Maturação fisiológica de sementes de Luehea grandiflora Mart. & Zucc.

Deniele Marini, Janaína Dartora, Gerson Sander, Marlene De Matos Malavasi

Resumo


O açoita-cavalo-graúdo (Luehea grandiflora) é uma espécie arbórea pertencente a família Tiliaceae, sendo suas folhas muito utilizadas na fabricação de fitoterápicos e sua madeira de ótima qualidade para a indústria moveleira. O estudo da maturação em sementes é uma importante forma de conhecer o desenvolvimento reprodutivo das espécies e prever a época adequada de colheita dos frutos. O presente trabalho foi desenvolvido com o objetivo de estudar a maturação fisiológica das sementes de Luehea grandiflora, visando determinar o melhor estádio de maturação para a colheita dos frutos. O experimento foi desenvolvido no Laboratório de Tecnologia e Fisiologia de Sementes da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Marechal Cândido Rondon (PR). O delineamento experimental empregado foi inteiramente casualizado, com três tratamentos (estádios de maturação 1,2 e 3) e cinco repetições. Foram avaliados os parâmetros físicos: comprimento, largura e peso de frutos inteiros, além do teor de água das sementes, peso de mil sementes, teste de germinação e índices de velocidade de germinação (IVG) e velocidade de emissão de radícula (IVER). Com a realização deste estudo concluiu-se que a colheita dos frutos deve ser realizada na passagem do estádio 2 para o 3, no início da abertura dos frutos.

Palavras-chave


germinação, época de colheita, Tiliaceae, índice de velocidade de germinação

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18188/sap.v11i1.4364

Incluir comentário

Revista Scientia Agraria Paranaensis

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Campus de Marechal Cândido Rondon

ISSN: 1983-1471 - (versão eletrônica)

Centro de Ciências Agrárias

Rua Pernambuco 1777 — Caixa Posta 91

CEP 85960-000 Marechal Cândido Rondon — Paraná — Brasil

E-mail: revista.sap@unioeste.br

Fone: (45) 3284 7901