Teores de carboidratos e indução do florescimento em mudas de oliveira submetida à aplicação de paclobutrazol

Dili Luiza Oliveira, Maria do Céu Monteiro da Cruz, Adelson Francisco de Oliveira, Nilton Nagib Jorge Chalfun, Angelo Albérico Alvarenga

Resumo

A aplicação de paclobutrazol (PBZ) pode retardar o crescimento e aumentar o florescimento em determinadas espécies frutíferas, mediante redução do crescimento das raízes e síntese de giberelinas. Além disso, outras características da planta podem ser influenciadas pela aplicação de PBZ como as concentrações de carboidratos. Este trabalho foi conduzido com o objetivo de verificar a relação entre a concentração de carboidratos nas folhas e o desenvolvimento reprodutivo na oliveira mediante a aplicação de PBZ. Plantas da cultivar Arbequina com três anos de idade foram cultivadas em vasos de 20 litros em ambiente aberto. Utilizou-se cinco doses de PBZ: 0; 2,0; 4,0; 8,0 e 12,0 mL planta-1 distribuídas em delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições e duas plantas por parcela, aplicadas via solo. A avaliação do desenvolvimento reprodutivo e das concentrações de carboidratos foi realizada na época de floração das plantas. A aplicação de PBZ proporcionou aumento no número de rácimos florais. O maior teor de carboidratos acumulado nas folhas foi observado nas plantas submetidas à aplicação de PBZ. 

Palavras-chave

Olea europaea (L.), açúcares, indução floral

Texto completo:

PDF