Sacolas retornáveis - o solo como ferramenta de educação ambiental

Edleusa Pereira Seidel, Andressa Marlise Bremm, Andressa Marlise Bremm, Fábio Corbari, Fábio Corbari, Vanessa Faria, Vanessa Faria, Vinicius Mattia, Vinicius Mattia, Willian Reis, Willian Reis, Andressa Perine Vengen, Andressa Perine Vengen

Resumo

Geralmente as pessoas têm uma atitude de pouca consciência e sensibilidade em relação ao solo, o que contribui para a sua degradação, seja pelo seu mau uso, seja pela sua ocupação desordenada. A problemática em torno da conservação do solo na maioria dos casos tem sido negligenciada pelas pessoas. A consequência dessa negligência é o crescimento contínuo dos problemas ambientais ligados à degradação do solo, tais como: erosão, poluição, deslizamentos, assoreamento de cursos de água. Diante da necessidade de demonstrar aos estudantes a importância do solo na manutenção da vida e preservação do ecossistema é que foi elaborado um projeto de educação ambiental com foco em solos. O projeto iniciou no ano de 2011, na Universidade do Oeste do Paraná. O presente trabalho visa relatar uma das atividades realizadas no projeto de educação ambiental intitulada de sacolas retornáveis. Este projeto é destinado ao público estudantil do nível fundamental e médio e comunidade em geral. O projeto foi elaborado por várias entidades e está sendo desenvolvido na cidade de Marechal Cândido Rondon, Oeste do Paraná. Ao final do projeto foram distribuídas dez mil sacolas aos clientes dos supermercados participantes do projeto e foram realizadas sete palestras, com público total de trezentos e cinquenta alunos.

Palavras-chave

conscientização ambiental, consumo responsável, poluição do solo

Texto completo:

PDF