Ser e essência no "Monologion" de S. Anselmo

Paulo Ricardo Martines

Resumo

O objetivo deste artigo é oferecer uma primeira abordagem do vocabulário metafísico do ser em Anselmo de Cantuária. Utilizamos como fio condutor os capítulos iniciais do Monologion, estruturados a partir dos modos do ser segundo a constituição per se / per aliud. O Monologion forma com o Proslogion os principais tratados da reflexão teológica no século XI. É certo que será preciso esperar mais dois séculos para encontrarmos uma linguagem metafísica amplamente estabelecida no mundo cristão, o que somente será possível, por exemplo, com Santo Tomás de Aquino, seja em seus comentários das obras de Aristóteles, seja em seus opúsculos ou sumas. Com Anselmo teremos oportunidade de reconhecer uma reflexão de grande densidade especulativa.

Palavras-chave

Metafísica; Ser; Existência; Ontologia.

Texto completo:

PDF