Estrutura e ação: aproximações entre Giddens e Bourdieu

Cristina Maria Quintão Carneiro

Resumo

O artigo propõe algumas aproximações entre as proposições de Anthony Giddens e Pierre Bourdieu, no que se refere à tentativa de romper a dicotomia entre a orientação para a estrutura e coletividade, ou para a ação e a subjetividade do indivíduo, e, portanto, à superação da antinomia “objetivismosubjetivismo”. A ênfase recai na análise da relação entre estrutura e ação, focalizada por meio de certos elementos conceituais da teoria da estruturação em Giddens, e dos conceitos de Habitus e Campo, no caso de Bourdieu.

Palavras-chave

estrutura, ação, habitus, campo

Texto completo:

PDF