O discurso romanesco e a obra Quarup

Jenekelli Jablonski, Wander Amaral Camargo

Resumo

Este trabalho visa a observação e reflexão sobre o discurso no gênero romanesco, fundamentado de acordo, principalmente, com o teórico Mikhail Bakhtin e seus estudos sobre o assunto. Serão abordados temas referentes as concepções bakhtinianas como a palavra em relação ao outro, a interação verbal, o dialogismo, a estratificação da linguagem, ou seja, elementos que referem-se as vozes que ressoam no romance. Considerando tais concepções será possível realizar uma breve reflexão sobre as mesmas, aplicando-as à leitura de Quarup, de Antonio Callado, enfatizando o processo de transformação no protagonista em momentos principais da obra.

Palavras-chave

discurso, romance, Quarup, protagonista

Texto completo:

PDF