O Ensino de Sociologia na Rede Pública na Região de Toledo/PR: Professores, Trajetórias e Métodos.

Eric Gustavo Cardin

Resumo

O caráter de obrigatoriedade da disciplina de Sociologia nos currículos escolares
adquirido recentemente não apenas ampliou o interesse pela temática do ensino, mas fez
com que a revitalização de tal discussão fosse necessária. Logo, os objetivos do ensino e as
metodologias adotadas retornaram aos espaços de discussão, assim como a reflexão sobre a
formação dos professores atualmente em exercício. O objetivo principal deste artigo é
mapear e fazer as primeiras análises do perfil dos professores de Ciências Sociais da Rede
Estadual de Educação na região do município de Toledo/PR e, de forma secundária, ampliar
suas observações para compreender o posicionamento destes profissionais diante dos
obstáculos cotidianos das práticas de ensino. As propostas educacionais, as resistências
enfrentadas, as metodologias adotadas e os esforços em garantir um aperfeiçoamento
constante são alguns dos pontos abordados neste estudo. Para tanto, foram realizadas onzes
entrevistas com professores que lecionam a disciplina na região de interesse durante os
primeiros meses de 2010. Levando em consideração o desenvolvimento de um olhar qualitativo
para as informações recolhidas, o número de entrevistas realizadas foi atingido através da
saturação das respostas dadas, a coleta foi interrompida no momento em que a aproximação
ou a semelhança entre as respostas tornou-se constante. O instrumento de pesquisa utilizado
correspondeu a um questionário semi-estruturado contendo dezoito questões abertas
respondidas por escrito pelos próprios professores. A intenção foi garantir uma maior liberdade
aos participantes da pesquisa e permitir aos mesmos uma reflexão sobre suas próprias
práticas na mediada em que atendiam ou respondiam as indagações realizadas.

Palavras-chave

Sociologia – Ensino – Formação.

Texto completo:

PDF