VIOLÊNCIA NAS ESCOLAS: TESTANDO TEORIAS DE CONTROLE SOCIAL

Thiago de Carvalho Guadalupe

Resumo

O presente estudo teve como objetivo investigar os fatores que contribuem parao comportamento delinquente nas escolas, e partiu da importância dos mecanismos decontrole social no ambiente escolar. O trabalho foi fruto da pesquisa realizada em BH eRegião Metropolitana - Perdas Sociais causadas pela violência: as Escolas (CRISP/UFMG). Olevantamento do auto-relato dos estudantes sobre a participação ou não na delinquênciaescolar foi crucial para o desenvolvimento do modelo desenvolvido. Os resultados obtidosapontaram para uma forte influência das variáveis endógenas à escola para explicação dadelinquência juvenil, como: compromisso do aluno; ligação colegas/escola; crença nas normas;aprendizagem social; características sócio-demográficas (sexo e idade). Ainda verificou-seuma baixa influência das variáveis externas à escola, seja região ou até mesmo se ela é públicaou particular.

Palavras-chave

Delinquência Escolar, Controle Social, Ligação à Escola, Aprendizagem Social.

Texto completo:

PDF