Para a compreensão da história em Sartre

Franklin Leopoldo e Silva

Resumo

O texto pretende apresentar algumas etapas que permitem a compreensão da História em Sartre, tendo como pressuposto a continuidade entre a ontologia fenomenológica de O Ser e o Nada e a compreensão da inteligibilidade da História na Crítica da Razão Dialética. Ao contrário da tese sustentada por muitos especialistas de que há uma mudança completa entre as obras, pretende-se mostrar que as diferenças entre os dois modos de focalizar a liberdade situam-se na ênfase dada seja ao caráter originário da liberdade, seja ao processo histórico desse caráter originário, mas cuja continuidade poderia ser notada pela noção de processo, de modo que, finalmente, a ontologia fenomenológica funda a única antropologia capaz de fazer convergir os dois aspectos da autoconstituição do existente: o processo existencial e o processo histórico.

Texto completo:

PDF