A TOPONÍMIA DA FRONTEIRA OESTE DO RIO GRANDE DO SUL: ASPECTOS LINGUÍSTICO-CULTURAIS

Odair José Silva dos Santos, Giselle Olivia Mantovani Dal Corno

Resumo

O léxico toponímico configura-se como como um importante indicador da identidade de um determinado grupo social. O presente trabalho procura analisar aspectos linguísticos, históricos e culturais da toponímia da fronteira oeste do estado do Rio Grande do Sul, em busca da motivação para a denominação dos treze municípios que constituem esse território, caracterizado por disputas entre os exploradores e colonizadores portugueses e espanhóis, bem como por sua relação com povos indígenas que ali habitavam. Para isso, utilizar-se-ão as contribuições de Andrade e Dick (2012), Biderman (2001), Dick (1990), Isquerdo (1997; 2012), sendo os dados analisados e classificados de acordo com o modelo taxionômico adaptado por Dick (1990) para a toponímia brasileira.

Palavras-chave

fronteira Oeste do Rio Grande do Sul; léxico; toponímia.

Texto completo:

PDF