DA INTERPRETAÇÃO À APRECIAÇÃO: A AUTORIA ACADÊMICA NO CONTEXTO DO NOVO PRODUTIVISMO

Thomas Massao Fairchild

Resumo

Argumento que a autoria acadêmica, entendida como uma “função” do discurso (FOUCAULT, 1996, 2001, 2005), vem sendo modificada nos processos que caracterizam a universidade contemporânea. Elejo dois pontos de observação dessas mudanças: os discursos sobre o plágio acadêmico e o desenvolvimento de técnicas de bibliometria voltadas para a aferição da produtividade acadêmica. Os primeiros vêm situando o plágio no terreno da ética individual e da superfície textual; o segundo, inversamente, vem transferindo dos indivíduos para as comunidades a responsabilidade pela validação do conhecimento produzido. O resultado é a transição de uma lógica da “avaliação” centrada na figura do especialista para a da “apreciação” por uma comunidade de pares. Modificam-se assim as condições em que se estabelece a autoria de textos acadêmicos.

Texto completo:

PDF