CONCEPÇÃO PEDAGÓGICA E CURRICULAR PARA O ESPORTE NA BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR

Telma Adriana Pacifico MARTINELI, Carolina de Moura VASCONCELOS, Eliane Maria de ALMEIDA

Resumo

O estudo teve objetivo analisar a BNCC para o Ensino Fundamental, em seus aspectos pedagógicos e curriculares, com foco na Educação Física e na concepção e classificação do esporte. Tratou-se de um estudo bibliográfico e documental fundamentado em uma perspectiva histórica- crítica. No documento, a Educação Física é um componente curricular que permite a aprendizagem de práticas corporais: brincadeiras e jogos, ginásticas, dança, lutas, práticas corporais de aventura e esportes. Essa concepção fundamenta-se na Praxiologia Motriz, que estuda a lógica interna e externa dos jogos e esportes, a partir da cooperação, interação com o adversário, desempenho motor e objetivos táticos da ação, na tentativa de romper com a perspectiva positivista, busca-se na linguagem e no significado da ação motriz uma vertente social do esporte. Essa concepção pelo viés da motricidade, continua se perpetuando na Educação Física, repercutindo na BNCC e contrariando as críticas histórias.

REFERÊNCIAS

ARAÚJO P. A., RIBAS, J. F. M. Contribuições da praxiologia motriz para a abordagem crítico-superadora. Disponível em: https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/881/Araujo_Pablo_Aires.pdf?sequence=3. Acesso em: 20/03/2017.

BETTI, Mauro. Por uma Teoria da Prática. Motus Corporis. Rio de Janeiro, v. 3, n. 2, p. 73-127, dez. 1996.

BITTENCOURT, J. A base nacional comum curricular: uma análise a partir do ciclo de políticas. In: XIII Congresso Nacional de Educação. Anais do EDUCERE. Paraná, 2017. 

BRASIL. Base Nacional Comun Currícular. Ministerio da Educação. Brasília, DF, 2018. Disponivel em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/wp-content/uploads/2018/02/bncc-20dez-site.pdf. Acesso em: 07/08/2018.

KUNZ, E. Transformação didático-pedagógica do esporte. Ijuí: Editora Unijuí, 1994.

MARTINELI, T. A. P.; MAGALHÃES, C. H.; MILESKI, K. G.; ALMEIDA, E. M.. A Educação Física na BNCC:  concepções e fundamentos políticos e pedagógicos. Motrivivência. Santa Catarina, v. 28,   n. 48,   p. 76-95,   setembro/2016. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/article/view/2175-8042.2016v28n48p76/32564 Acesso em: 09/08/2018.

MELLO, R. A. A necessidade da Educação Física na escola. São Paulo: Instituto Lukács, 2014.

MOREIRA, L. R.et al. Apreciação da Base Nacional Comum Curricular e a Educação Física em foco. Motrivivência, v. 28, n. 48, p. 61-75, setembro/2016.

NEIRA, M. G.; JUNIOR, M. S. A Educação Física na BNCC: procedimentos, concepções e efeitos. Motrivivência. Santa Catarina, v. 28, n. 48, p. 188-206, setembro/2016. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/article/view/45356 Acesso em: 09/08/2018.

NORA, D. D.; WALTER, J; BUFFON, E.; RIBAS, J. F. M. Praxiologia motriz, trabalho pedagógico e didática na educação física. Movimento, Porto Alegre, v. 22, n. 4, 1365-1378, out./dez. de 2016. Disponível em: <http://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/65268>. Acesso em: 21/03/2018.

OLIVEIRA, G. T; RIBAS, J. F. M. Articulações da praxiologia motriz coma Concepção Crítico-Emancipatória. Movimento, Porto Alegre, v. 16, n. 01, p. 131-148, jan./mar. 2010. Disponível em: <http://www.seer.ufrgs.br/Movimento/article/viewFile/9680/7521>. Acesso em: 03/05/2018.

OLIVEIRA, A. A. B; PERIM, G. L. Fundamentos Pedagógicos do Programa Segundo Tempo. Maringá: EDUEM, 2009.

PARLEBAS, P. Eléments de sociologie du sport. Revue française de sociologie. França, n. 3, v. 28, p. 547-550, 1987.

PAULO-NETTO, J. Introdução ao estudo do método de Marx. São Paulo: Editora Expressão Popular, 2011.

PIAGET, J. A Epistemologia genética; Sabedoria e ilusões da filosofia. São Paulo: Abril Cultural, 1983.

PIMENTEL, A. O método da análise documental: seu uso numa pesquisa historiográfica. Cadernos de Pesquisa, n. 114, p. 179-195, novembro/ 2001. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/cp/n114/a08n114.pdf .Acesso em: 03/08/2018.

RENE, B. X. L’education physique Au XX e Siecleen France. Paris: Nouvelle, 1994.

RIBAS, J. F. M. Praxiologia Motriz: construção de um novo olhar dos jogos e esportes na escola. Motriz, Rio Claro, v.11 n.2 p.113-120, mai./ago. 2005. Disponível em: http://www.rc.unesp.br/ib/efisica/motriz/11n2/10MRJ.pdf . Acesso em: 20/03/2017.

RIBAS, J. F. M. O voleibol e os novos olhares dos jogos esportivos coletivos. In: RIBAS, J. F. M (Org.). Praxiologia motriz e voleibol: elementos para o trabalho pedagógico. Ijuí: Editora Unijuí, p. 21-56, 2014.

RODRIGUES, A. T. Base Nacional Comum Curricular para a área de linguagens e o componente curricular Educação Física. Motrivivência, v. 28, n. 48, p. 32-41, setembro/2016.

RUFINO, L. G. B; NETO, S. de S. Saberes docentes e formação de professores de Educação Física: análise da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) na perspectiva da Profissionalização do Ensino. Motrivivência, v. 28, n. 48, p. 42-60, setembro/2016.

SARAVÍ, J. R. A praxiologia motriz: presente, passado e futuro. Entrevista com Pierre Parlebas. Movimento, Porto Alegre, v. 18, n. 01, p. 11-35, jan/mar de 2012.  Disponível em: http://seer.ufrgs.br/Movimento/article/view/27065 . Acesso em: Acesso em: 21/03/2018.

SILVA, M. R; PIRES, G. L.; PEREIRA, R. S. A Base Nacional Comum Curricular da Educação Básica em tempos de neoconservadorismo e de “neoliberalismo que saiu do armário”; mas também de tempos de resistência: Fora Temer!!!. Motrivivência. Santa Cataria, v. 28, n. 48, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/article/view/2175-8042.2016v28n48p7/32530 Acesso em: 09/08/2018.

SHIROMA, E.O.; CAMPO, R. F.; GARCIA, R. M. C. Decifrar textos para compreender a política: subsídios teórico-metodológicos para análise de documentos. Perspectiva. Florianópolis, v. 23, n. 02, p. 427-446, jul./dez. 2005.

TABORDA, D. S. Aproximações teóricas entre a praxiologia motriz e a proposta transformação didático-pedagógica do esporte: por um diálogo da possibilidade. Dissertação (Mestrado). UFSM. Programa de Pós-Graduação em Educação Física. RS, 2014. Disponível em: http://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/6744/TABORDA%2c%20DOUGLAS%20DOS%20SANTOS.pdf?sequence=1&isAllowed=y . Acesso em: 20/03/2017.

Recebido em 15-05-2018 e aceito em 14-08-2018.

Palavras-chave

Política educacional, BNCC, educação física, concepções.

Texto completo:

PDF