SEXUALIDADE E DISCURSOS EM CONFLITO EM "THE AWAKENING", DE KATE CHOPIN

Maria Eloisa Z. Sroczynski

Resumo

Este ensaio objetiva uma leitura semântico-discursiva do romance norte-americano The Awakening/ O despertar, escrito por Kate Chopin em 1899. A proposta interpretativa centra-se na análise de três personagens do romance, Alcée Arobin, Adèle Ratignolle e Mademoiselle Reisz, caracterizando-as como representativas de três modalidade discursivas diferenciadas, respectivamente, o discurso do prazer, o discurso da mulher-mãe e o discurso da independência feminina. Procura-se verificar como essas vozes permeiam o discurso da protagonista, Edna Pontellier, em sua tentativa de construir-se como sujeito na história de seu despertar.

Palavras-chave

The Awakening; Sexualidade; Discursos em conflito.

Texto completo:

PDF