DESORDEM PÚBLICA E MORAL: sociedade, patrimonialismo e ambição no conto “A Nova Califórnia”

Valdinei José Arboleya, Rita Felix Fortes

Resumo

Partindo das discussões sobre patrimonialismo, baseadas em Holanda e Faoro e de cultura política e ordenamento social, de Fernandes, objetiva-se, neste estudo, analisar a forma pela qual Lima Barreto captura temas sociais e políticos transformando-os em material estético no conto “A nova Califórnia”. A proposta de análise aqui pretendida compartilha do princípio de que a literatura é capaz de captar aspectos da realidade social e histórica sem, contudo, deixar de se constituir enquanto criação estética e artística. O conto em análise permite apreender aspectos peculiares do contexto político da Belle Époque brasileira recriados literariamente. É este contexto, enquanto recorte e categoria de análise, que se busca perceber no conto, aqui tomado enquanto produção artística e literária.

Palavras-chave

literatura, sociocrítica, patrimonialismo

Texto completo:

PDF