CARACTERIZAÇÃO DE NASCIDOS VIVOS COM MALFORMAÇÕES CONGÊNITAS DE UM HOSPITAL ESCOLA DO OESTE DO PARANÁ

claudia silveira viera, Daniela da Silva Mendes, Beatriz Rosana Gonçalves de Oliveira Toso, claudia Ross, THAÍS SCHMIDT VITALI HERMES

Resumo


As Malformações Congênitas (MFC) nos últimos anos vêm gradualmente aumentando no Brasil, constituindo-se em importante causa da mortalidade infantil no primeiro ano de vida. O estudo tem por objetivo caracterizar os nascimentos por malformações congênitas no Oeste do Paraná, oriundos de um hospital universitário, no período de 2009 a 2015. Estudo quantitativo, descritivo de séries temporais, em que a coleta de dados se deu por meio de pesquisa documental no banco de dados do hospital em estudo. Os resultados deste estudo mostraram que do total de 22.948 nascimentos ocorridos no período em estudo, 312 crianças nasceram com algum tipo de malformação, destacando-se que foram encontrados 439 tipos diferentes de MFC. Prevaleceram as MFC do grupo osteomusculares representando 33,49% (147), em sua maioria oriunda do município de maior porte da 10ª Regional de Saúde do Paraná (61,41%). Além disso, no que concerne a idade gestacional, 56,38% (168) dos recém-nascidos com anomalias tinham entre 37 e 41 semanas, sendo a maioria dos RN com peso entre 2.500 a 3499 gramas. Quanto a idade materna, 41,28% (123) mulheres tinham entre 18 e 24 anos. Em relação ao grau de escolaridade houve a prevalência de mães com menos de oito anos de estudo (85=27,24%). Estes resultados podem subsidiar informações acerca do panorama das MFC em RN no HUOP, contribuindo dessa maneira para identificar características dos nascimentos com este problema e promover discussões acerca das necessidades de atenção à saúde da criança que possam reduzir ou minimizar a incidência de malformações congênitas. Palavras chaves: Perfil; malformações congênitas; saúde da criança.

Texto Completo: PDF

Revista Varia Scientia - Ciências da Saúde


e-ISSN 2446-8118

Unioeste
Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação
Rua Universitária, 1619 - Jardim Universitário
Cascavel – Paraná - CEP: 85819-110

| revista.vscsaude@unioeste.br |

 

Sobre o Projeto SABER | Unioeste | IBICT