BENEFÍCIOS DE UM PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL PARA FUNCIONÁRIOS DE UMA INSTITUIÇÃO PRIVADA EM TERESINA, PI

Thaís Guimarães Rodrigues, David Halen Araújo Pinheiro, Juçara Gonçalves de Castro

Resumo

Objetivo: Avaliar os benefícios de um programa de ginástica laboral para funcionários de uma instituição privada em Teresina, PI. Métodos: Trata-se de um estudo do tipo qualitativo e quantitativo e de natureza comparativa em uma IES privada na cidade de Teresina, PI, com uma amostra de 06 participantes. Foram incluídos neste estudo, indivíduos com a faixa etária entre 20 a 45 anos, ambos os gêneros e que trabalhassem no setor de limpeza da IES. Foram excluídos aqueles que previamente já tenham algum diagnóstico de doenças reumáticas, osteomioarticulares e doenças respiratórias. O programa de ginástica laboral totalizou 30 encontros. Inicialmente e ao final do programa foi aferido à flexibilidade através do banco de Wells, foi utilizada a Escala Visual Analógica para avaliar a queixa de dores musculares e verificou-se a qualidade do sono através da escala de sonolência de Epworth. A análise dos dados demonstrou que 66,7% dos participantes eram do sexo feminino, com média geral de idade de 34 anos e média de 21 meses nessa função na empresa. Resultados: Ao final do programa observou-se que a variável flexibilidade foi estatisticamente significativa (p=0,0071) denotando impacto positivo do programa; os dados de dor e da qualidade do sono não demonstram diferença estatisticamente significativa. Conclusão: Portanto, o programa de ginástica laboral se mostrou eficaz para os participantes da pesquisa, entre os benefícios destaca-se principalmente a melhora da flexibilidade.

Palavras-chave

Saúde ocupacional; Qualidade de Vida; Atividade física; Flexibilidade;

Texto completo:

PDF