EFICIÊNCIA DE CONTROLE DA ENTOMOSPORIOSE E DE PODRIDÕES EM PEREIRA EUROPEIA

Autores

  • Daiane Corrêa
  • Joseane de Souza Hipólito
  • Suelen Cristina Uber
  • Amauri Bogo
  • Ricardo Trezzi Casa
  • Leo Rufato

DOI:

https://doi.org/10.48075/actaiguaz.v6i3.17668

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência de controle da entomosporiose e de podridões em pereira europeia.  As cultivares utilizadas foram Rocha e Santa Maria sobre o portaenxerto de marmeleiro Adams. Os tratamentos testados para o controle da entomosporiose foram Mancozeb, Propineb, Tiofanato Metílico, Piraclostrobina+Metiram, Trifloxistrobina, Clorotalonil e Tebuconazole. Cada tratamento foi composto por cinco plantas, onde a incidência e severidade foram avaliadas semanalmente, para os experimentos de controle das podridões mofo azul e mofo cinzento, foram utilizados 50 frutos para cada tratamento, em que foram testados silício 15g, silício 30g, silício 60g, macozeb 125g e testemunha. Os experimentos com mofo e mofo cinzento, foram realizadas inoculação com suspensão de esporos de Penicillium expansum e Botrytis cinerea em cada tratamento respectivamente. A incidência em ambas as doenças foram avaliadas pela presença de pelo menos uma lesão característica da doença. A severidade da entomosporiose foi avaliada através da escala daptada Llorente et al. (2010). A severidade do mofo azul e do mofo cinzento foi obtida através da determinação do diâmetro das lesões. Com os dados obtidos foram analisadas as variáveis epidemiológicas início do aparecimento dos sintomas, incidência e severidade máxima, tempo para atingir a máxima incidência e severidade. As melhores formas de controle para a entomosporiose foram através dos fungicidas a base de Tiofanato metílico e Mancozeb. Para as podridões mofo azul e mofo cinzento, o tratamento composto por 60g de silício e o tratamento com o fungicida Mancozeb demonstraram eficiência no controle destas doenças em pós-colheita.

 

Downloads

Publicado

26-08-2017

Como Citar

CORRÊA, D.; DE SOUZA HIPÓLITO, J.; CRISTINA UBER, S.; BOGO, A.; TREZZI CASA, R.; RUFATO, L. EFICIÊNCIA DE CONTROLE DA ENTOMOSPORIOSE E DE PODRIDÕES EM PEREIRA EUROPEIA. Acta Iguazu, [S. l.], v. 6, n. 3, p. 1–10, 2017. DOI: 10.48075/actaiguaz.v6i3.17668. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/actaiguazu/article/view/17668. Acesso em: 20 ago. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS CIENTÍFICOS