Velhos, mas nunca obsoletos! Nadadores masters: motivos para adesão a prática esportiva

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36453/cefe.2021.n2.27126

Palavras-chave:

Natação, Esporte master, Competição, Qualidade de vida.

Resumo


INTRODUÇÃO: O envelhecimento é um processo que afeta diferentes sistemas do ser humano, impactando a saúde e a vida social das pessoas. A prática de exercício físico contribui com a atenuação dos aspectos negativos que possam emergir com o tempo, sendo o esporte praticado na categoria master uma opção para fruição de uma vida saudável, com vistas à promoção do bem-estar. Nessa esteira, a competição pode se fazer presente no cotidiano dos praticantes, que podem ter atuado como atletas quando mais jovens ou simplesmente se engajado a um estilo de vida norteado pela prática de exercício físico. 
OBJETIVO: Determinar os motivos que levam nadadores masters a treinarem e competirem. 
MÉTODOS: Participaram do estudo 75 atletas de natação master, sendo 55 homens e 20 mulheres, com idade 42,5±12,8 anos, pertencentes a diversas categorias competitivas. Foi utilizado o Instrumento de Diagnóstico de Adesão à Prática de Natação - IDAPRAN, com a finalidade de estabelecer o perfil e a razão pela qual o(a) atleta permanece na natação. 
RESULTADOS: Observou-se que o início da prática na natação ocorreu após 40 anos, correspondendo 48% da amostra, 73,3% dos avaliados tiveram pelo menos 15 anos de envolvimento com a modalidade. Os motivos de abandono dos atletas que iniciaram jovens, estão relacionados a foco nos estudos (63%) e trabalho (22%). Os principais motivos relacionados para se manter na prática da natação foram sempre ter gostado da modalidade (27%), evitar problemas de saúde (24%) e se sentir bem fisicamente (perceber-se como atleta) (19%). Adicionalmente, o desafio existente na prática e os benefícios à saúde foram considerados como muito importantes para adesão na natação. 
CONCLUSÃO: O engajamento à natação pelos atletas master se dá por meio de diferentes motivos, contudo a manutenção da saúde e o sentimento de condicionamento físico, aliado aos motivos psicossociais são as determinantes mais latentes.

 

TITLE: Old, but never obsolete! Masters swimmers: Reasons for sport practice engagement

 

ABSTRACT 
BACKGROUND: Aging is a process that affects different systems of the human being, impacting people’s health and social life. The practice of physical exercise contributes to the mitigation of negative aspects that emerge over time, being the sport practiced in the master category an option for the enjoyment of a healthy life, with a view to promoting well-being. In this wake, a competition can be present in the daily lives of practitioners, who may have acted as athletes when they were younger or simply engaged in a lifestyle guided by the practice of physical exercise. 
OBJECTIVE: To determine the reasons why master swimmers train and compete. 
METHODS: 75 master swimmers participated in the study, 55 men and 20 women, aged 42.5±12.8 years, belonging to several competitive categories. The Instrument of Accession Diagnostics in Swimming Practice (IDAPRAN) was used, with the profile established and the reason why the athlete was qualified in swimming. 
RESULTS: It was observed that the beginning of the practice in the occurrence after 40 years corresponds to 48% of the sample, 73.3% of those obtained at least 15 years of occurrence with the modality. The reasons for dropout athletes who started young, are related to focus on studies (63%) and work (22%). The main factors related to staying in the practice of swimming were always having enjoyed the sport (27%), avoiding health problems (24%) and feeling physically well (perceiving yourself as an athlete) (19%). In addition, the challenge in practice and the health benefits were considered to be very important for adherence to swimming.
CONCLUSION: It is concluded that the commitment to swimming by the master athletes occurs by through different reasons, however the maintenance of health and the feeling of physical conditioning, combined with psychosocial reasons are the most latent.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Clara Braz dos Santos, Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Ouro Preto

Laboratório de Atividade Aquáticas - LAQUA Escola de Educação Física da Universidade Federal de Ouro Preto - EFFUFOP

Bruno Ocelli Ungheri, Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Ouro Preto

Laboratório de Atividade Aquáticas - LAQUA Escola de Educação Física da Universidade Federal de Ouro Preto - EFFUFOP

Everton Rocha Soares, Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Ouro Preto

Laboratório de Atividade Aquáticas - LAQUA Escola de Educação Física da Universidade Federal de Ouro Preto - EFFUFOP

Renato Melo Ferreira, Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Ouro Preto

Laboratório de Atividade Aquáticas - LAQUA Escola de Educação Física da Universidade Federal de Ouro Preto - EFFUFOP

Referências

AGRESTA, M. C.; BRANDÃO, M. R. F.; BARROS NETO, T. L. D. Causas e consequências físicas e emocionais do término de carreira esportiva. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, São Paulo, v. 14, n. 6, p. 504-8, 2008.

ALVARENGA, L. N.; KIYAN, L.; BITENCOURT, B.; WANDERLEY, K. D. S. Repercussões da aposentadoria na qualidade de vida do idoso. Revista da Escola de Enfermagem da USP, São Paulo, v. 43, n. 4, p. 796-802, 2009.

ALVES, M. P.; JUNGER, W. L.; PALMA, A.; MONTEIRO, W. D.; RESENDE, H. G. D. Motivos que justificam a adesão de adolescentes à prática da natação: qual o espaço ocupado pela saúde? Revista Brasileira de Medicina do Esporte, Rio de Janeiro, v. 13, n. 6, p. 421-6, 2007.

ANTUNES, I. G.; NOVAK, M. T. P.; MIRANDA, V. R. O Processo de envelhecer na atualidade na visão do idoso. Psicologia Argumento, Curitiba, v. 32, n. 79, p. 155-64, 2014.

BATISTA, M.; CASTUERA, R.; LOBATO, S.; LEYTON, M.; ASPANO, M. Diferenças em função do género das formas de motivação autodeterminada de atletas veteranos. Ágora para la Educación Física y el Deporte, Castelo Branco, v. 19, n. 1, p. 35-51, 2017.

BENTO, G. G.; FERREIRA, E. G.; SILVA, F. C.; MATTANA, P. H.; SILVA, R. Motivação para a prática de atividades físicas e esportivas de crianças: uma revisão sistemática. Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde, Florianópolis, v. 22, n. 1, p. 13-23, 2017.

BOUGAULT, V.; TURMEL, J.; ST-LAURENT, J.; BERTRAND, M.; BOULET, L. P.; Asthma, airway inflammation and epithelial damage in swimmers and cold-air athletes. European Respiratory Journal, Quebéc, v. 33, n. 4, p. 740-6, 2009.

CAMBOIM, F. E. D. F.; NÓBREGA, M. O.; DAVIM, R. M. B.; CAMBOIM, J. C. A.; NUNES, R. M. V.; OLIVEIRA, S. X. Benefícios da atividade física na terceira idade para a qualidade de vida. Revista de Enfermagem UFPE, Revista Digital, Recife, v. 11, n. 6, p. 2415-22, 2017.

CÔTÉ, J.; SALMELA, J. H.; TRUDEL, P.; BARIA, A.; RUSSEL, S. J. The coaching model: a grounded assessment of expert gymnastic coaches’ knowledge. The Journal of Sport and Exercise Psychology, Champaign, v. 17, n. 1, p. 1-17, 1995.

DIONIGI, R. A.; BAKER, J.; HORTON, S. Older of athletes’ perceived benefits competition. The International Journal of Sport and Society, Windsor, v. 2, n. 2, p. 17-28, 2011.

FECHINE, B. R. A.; TROMPIERI, N. O processo de envelhecimento: as principais alterações que acontecem com o idoso com o passar dos anos. InterSciencePlace, Ceará, v. 1, n. 20, p. 106-32, 2015.

FERREIRA, R. M.; MORAES, L. C. C. A. Influência da família na primeira fase de desenvolvimento da carreira de nadadores medalhistas olímpicos brasileiros. Motricidade, Belo Horizonte, v. 8, n. 2, p. 42-51, 2012.

FERREIRA, R. M.; PENNA, E. M.; COSTA, V. T. D.; MORAES, L. C. C. A. Nadadores medalhistas olímpicos: contexto do desenvolvimento brasileiro. Motriz, Rio Claro, v. 18, n. 1, p. 130-42, 2012.

HANG, J. El sacrificio entre el deporte y la clase social en un equipo de nadadores master. Movimento, Porto Alegre, v. 23, n. 1, p. 119-32, 2017.

LAZZOLI, J. K.; OLIVEIRA M. A. B.; LEITÃO, M. B.; NÓBREGA, A. C. L.; NAHAS, R. M.; REZENDE, L.; ... ; ROSE, E. H. Esporte Competitivo em Indivíduos acima de 35 anos. Posicionamento Oficial da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, Niterói, v. 7, n. 3, p. 83-92, 2001.

LEANDRO-FRANÇA, C.; GIARDINI, M. S. Prevenção e promoção da saúde mental no envelhecimento: conceitos e intervenções. Revista Psicologia: Ciência e Profissão, Brasília, v. 34, n. 2, p. 318-29, 2014.

MACENA, W. G.; HERMANO, L. O.; COSTA, T. C. Alterações fisiológicas decorrentes do envelhecimento. Revista Mosaicum, Teixeira de Freitas, v. 15, n. 27, p. 223-38, 2018.

MANDOLESI, L.; POLVERINO, A.; MONTUORI, S.; FOTI, F.; FERRAIOLI, G.; SORRENTINO, P.; SORRENTINO, G. Effects of physical exercise on cognitive functioning and wellbeing: biological and psychological benefits. Frontiers in Psychology, Lausanne, v. 9, Article 509, 2018.

MAHARAM, L. G.; BAUMAN, P. A.; KALMAN, D.; SKOLNIK, H.; PERLE, S. M. Masters Athletes. Sports Medicine, Auckland, v. 28, n. 4, p. 273-285, 1999.

MAYRING, P. Qualitative content analysis. Forum: Qualitative Social Research, Berlin, v. 1, n. 2, Article 20, 2000.

MOREIRA, C. R.; NASCIMENTO JUNIOR, J. R. A. D.; MIZOGUCHI, M. V.; OLIVEIRA, D. V. D.; VIEIRA, L. F. Impacto dos motivos de adesão na regulação da motivação de atletas máster de natação na temporada. Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano, Florianópolis, v. 18, n. 4, p. 429-40, 2016.

NUNES, L. G. Natação esportiva e saúde mental: existe relação? Pensar en Movimiento: Revista de Ciencias del Ejercicio y la Salud, San Jose, v. 18, n. 2, p. 1-5, 2020.

POTDEVIN, F.; VANLERBERGHE, G.; ZUNQUIN, G.; PEZÉ, T.; THEUNYNCK, D. Evaluation of Global Health in Master Swimmers Involved in French National Championships. Sports Medicine Open, Lille, v. 1, n. 1, p. 1-12, 2015.

ROCHA, P. G. M.; SANTOS, E. S. O abandono da modalidade esportiva na transição da categoria juvenil para adulto: estudo com talentos do atletismo. Journal of Physical Education, Maringá, v. 21, n. 1, p. 69-77, 2010.

RUBIN, R. T.; RAHE, R. H. Effects of aging in masters swimmers: 40-year review and suggestions for optimal health benefits. Open Access Journal of Sports Medicine, Los Angeles, v. 1, p. 39-44, 2010.

SAMULSKI, D. M.; MORAES, L. C. C.; FERREIRA, R. M.; MARQUES, M. P.; SILVA, L. A. D.; LÔBO, I. L. B.; ... ; FERREIRA, C. H. D. S. Análise das transições das carreiras de ex-atletas de alto nível. Motriz, Rio Claro, v. 15, n. 2, p. 310-7, 2009.

VIGÁRIO, P. S.; OLIVEIRA, F. P. Composição corporal de nadadores masters. Arquivos em Movimento, Rio de Janeiro, v. 2, n. 2, p. 21-35, 2006.

SOUSA, C. M. S.; SOUSA, A. A. S.; GURGEL, L. C.; BRITO, E. A. S.; SOUSA, F. R. S.; SANTANA, W. J.; VIEIRA, P. D. Contribuição da atividade física para a qualidade de vida dos idosos: Uma Revisão Integrativa da Literatura. Id on Line: Revista Multidisciplinar e de Psicologia, v. 13, n. 46, p. 425-33, 2019.

SUOMINEN, H. Ageing and maximal physical performance. European Review of Aging and Physical Activity, Jyväskylä, v. 8, n. 1, p. 37-42, 2011.

THOMAS, J. R.; NELSON, J. K.; SILVERMAN, S. J. Métodos de pesquisa em atividade física. 6. ed. Porto Alegre: Artmed, 2012.

ZAMBELLI, T. M.; MARIANTE NETO F. P. A natação máster no debate acadêmico. Revista Didática Sistêmica, Brasília, v. 15, n. 2, p. 35-44, 2013.

Downloads

Publicado

17.05.2021

Como Citar

SANTOS, M. C. B. dos; UNGHERI, B. O.; SOARES, E. R.; FERREIRA, R. M. Velhos, mas nunca obsoletos! Nadadores masters: motivos para adesão a prática esportiva. Caderno de Educação Física e Esporte, Marechal Cândido Rondon, v. 19, n. 2, p. 19–25, 2021. DOI: 10.36453/cefe.2021.n2.27126. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/cadernoedfisica/article/view/27126. Acesso em: 13 ago. 2022.