A Organização do Trabalho Didático da educação física em tempos de pandemia: alternativas inclusivas ante o isolamento social do estudante com deficiência

Autores

  • Ronaldo Rodrigues Moises Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul (UEMS) https://orcid.org/0000-0001-6845-9473
  • Emmanuela Lopes Secretaria Municipal de Saúde (SESAU), Campo Grande

DOI:

https://doi.org/10.36453/cefe.2022.28986

Palavras-chave:

Educação Física. COVID-19. Organização do Trabalho Didático.

Resumo


INTRODUÇÃO: Este ensaio tem como objetivo propor a discussão de alternativas para a Educação Física Inclusiva em tempos de COVID-19 voltadas para os estudantes público-alvo da educação especial.
DESENVOLVIMENTO: Utilizou-se de revisão bibliográfica tendo por base a categoria de análise Organização do Trabalho Didático (OTD). O impedimento das aulas, em virtude da pandemia de COVID-19, exigiu dos professores a adoção de estratégias diferenciadas tendo como suporte principal os recursos virtuais. Os resultados deste estudo têm apontado que a pandemia exigiu dos atores da Educação Física (professores, alunos e pais) uma reorganização tendo suporte nas tecnologias e a transposição do aprender escolar para o espaço casa dentro de uma noção concreta de flexibilização de currículo.
CONCLUSÃO: Conclui-se que apesar da COVID-19, a OTD da Educação Física e da escola permanece a mesma pois atende as imposições do capitalismo, todavia, anunciando maiores necessidades de flexibilização curricular por meio da utilização de tecnologias virtuais sem, todavia, romper com um modelo que ainda não atende os estudantes com deficiência e/ou transtornos globais dentro das condições equânimes com a dos demais estudantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALVES, G. L. A produção da escola pública contemporânea. 4. ed. Campinas: Autores Associados, 2005.

ALVES, G. L.; MAMEDE, S. Quando uma pandemia expõe as limitações da escola e da educação ambiental formal. Revista Brasileira de Educação Ambiental, São Paulo, v. 15, n. 4, p. 175-89, 2020. Disponível em: <https://periodicos.unifesp.br/index.php/revbea/article/view/10868/7860>. Acesso em: 26 de abril de 2022.

ASSIS, M. de. Obras completas de Machado de Assis. Rio de Janeiro/São Paulo/Porto Alegre: W. M. Jackson Editores, 1952.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, 2018. Disponivel em: <https://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/518231/CF88_Livro_EC91_2016.pdf>. Acessada em: 08 de março de 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Básica. Brasília. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=15548-d-c-n-educacao-basica-nova-pdf&Itemid=30192>. Acessado em: 20 de novembro de2018.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil, Diário Oficial da União, 5 de outubro de1988. Disponível em: <https://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/518231/CF88_Livro_EC91_2016.pdf>. Acessado em 08 de março de 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei n° 9.394, 20 de dezembro de 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.html. Acessado em: 23 de abril de 2022.

CASTELLANI FILHO, L. Educação física no Brasil: a história que não se conta. 18. ed. Campinas: Papirus, 2010.

COSTA, L. S. A vida da pessoa com deficiência: reflexões legadas do distanciamento social. In: MENDES, A.; VINAGRE, A. B.; AMORIM, A.; CHAVEIRO, E.; MACHADO, K.; VASCONCELLOS, L. C. F. de; GERTNER, S. Diálogos sobre acessibilidade, inclusão e distanciamento social: territórios existenciais na pandemia. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2020.

CURY, C. R. J.; FERREIRA, L. A. M.; REZENDE, L. G. F. F.; SILVA, A. M. S. da. O aluno com deficiência e a pandemia. Disponível em: https://www.apmp.com.br/artigos/o-aluno-com-deficiencia-e-a-pandemia-c-cury-l-a-ferreira-l-g-ferreira-a-rezende/. Acessado em: 25 de abril de 2022.

FREIRE, J. B. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da educação física. São Paulo: Scipione, 1997.

HEREDERO, S. E. Currículo Inclusivo. La propuesta del dua – diseno universal para el aprendizaje. Revista de Estudos Curriculares, Campo Grande, v. 2, n. 10, p. 39-51, 2019.

HUIZINGA, J. Homo ludens: o jogo como elemento da cultura. 4 ed. São Paulo: Perspectiva, 2000.

JANNUZZI, G. S. A educação do deficiente no Brasil: dos primórdios ao início do século XXI. 2. ed. Campinas: Autores Associados, 2006.

MA, J. South China, Moring Post, 13 de março de 2020. Disponível em: https://www.scmp.com/news/china/society/article/3074991/coronavirus-chinas-first-confirmed-covid-19-case-traced-back . Acessado em 08 de março de 2021.

MANACORDA, M. A. História da educação: da antiguidade aos nossos dias. 3. ed. São Paulo: Cortez: Autores Associados, 2004.

MARINHO, V. O esporte pode tudo. v. 3. São Paulo: Cortez, 2010.

MATSUBARA, M.; MASCARENHAS, F.; MUNDHRA, K.; WU, W. Impacto da Covid-19 no ensino básico privado no Brasil. EY-Parthenon, Brasil, 2020. Disponível em: https://assets.ey.com/content/dam/ey-sites/ey-com/pt_br/releases/eyparthenon-educa-insights.pdf. Acesso em 27 de abril de 2022.

MOISES, R. R. Ginástica e educação física no Instituto Benjamin Constant de 1930 a 1979: entre a conformação e a formação humanística da pessoa cega. 2019. 176f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2019. Disponível em: <https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/12661>.

NUNES, J. da S. Formação de professores de educação física para a educação inclusiva: práticas corporais para crianças autistas. 2019. 221f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados, 2019. Disponível em: <http://repositorio.ufgd.edu.br/jspui/handle/prefix/1134>.

RAMONET, I. A pandemia está evidenciando a crise do modelo neoliberal. Entrevista concedida ao joranalista Miguel Muñoz. Carta Maior, [S.I], 2020. Disponível em: https://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Politica/Ignacio-Ramonet-a-pandemia-esta-evidenciando-a-crise-do-modelo-neoliberal-/4/48395 Acesso em 02 de setembro de 2020.

SILVEIRA, A. A. T. da. Educação física escolar inclusiva: olhares e saberes de um grupo de professores do ensino público do Natal/RN. 2020. 142f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2020. Disponível em: <https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/29173>.

SOARES, C. L. Educação física: raízes europeias e Brasil. Campinas: Autores Associados, 2004.

SOARES, C. L.; TAFFAREL, C. N. Z.; VARJAL, E.; CASTELLANI FILHO L.; ESCOBAR, M. O.; BRACHT, V. Metodologia do ensino de educação física. São Paulo: Cortez, 1992.

TERÄS, M.; SUORANTA, J.; TERÄS, H.; CURCHER, M. Post-Covid-19 Education and Education Technology ‘Solutionism’: a Seller’s Market. Postdigital Science and Education, Tampere, n. 2, p. 863-78, 2020. Disponível em: <https://link.springer.com/article/10.1007/s42438-020-00164-x>. Acessado em: 08 de março de 2022.

UFJF. Universidade Federal de Juiz de Fora. Pandemia e meio ambiente: Impactos momentâneos ou nova normalidade? Disponível em: https://www2.ufjf.br/noticias/2020/04/24/pandemia-e-meio-ambiente-impactos-momentaneos-ou-nova-normalidade/. Acessado em: 27 de abril de 2022.

UNESCO. One year into COVID: Prioritizing education recovery to avoid a generational catastrophe. Disponível em: <https://events.unesco.org/event?id=3620682418&lang=1033>. Acessado em: 19 de de abril de de 2022.

VIEIRA, C. S. A influência da prática do Judô no comportamento ansioso de adolescentes deficientes da visão. 1988. 150f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1988.

WENCZENOVICZ, T. J. Enseñanza a distancia, dificultades presenciales: perpectivas en tiempos del Covid–19. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 15, n. 4, p. 1750-68, 2020. DOI: <https://doi.org/10.21723/riaee.v15i4.13761>.

Downloads

Publicado

02.06.2022

Como Citar

RODRIGUES MOISES, R.; DE FREITAS LOPES, E. M. A Organização do Trabalho Didático da educação física em tempos de pandemia: alternativas inclusivas ante o isolamento social do estudante com deficiência. Caderno de Educação Física e Esporte, Marechal Cândido Rondon, v. 20, p. e–28986, 2022. DOI: 10.36453/cefe.2022.28986. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/cadernoedfisica/article/view/28986. Acesso em: 19 ago. 2022.