[1]
A. Feiden e M. R. Villalva Filho, “A língua guarani (ainda) viva no Brasil: a cultura originária que a colonização não conseguiu eliminar”, ODAL, vol. 3, nº 5, out. 2021.