Espetáculos da fé: manifestações religiosas no cinema e as políticas do olhar na contemporaneidade

Autores

  • Luísa Chada Arraes UFPE
  • Maria Eduarda Antonino Vieira

DOI:

https://doi.org/10.48075/rtc.v28i55.28040

Palavras-chave:

Cinema, religião, colonialidade, políticas do olhar.

Resumo


Este artigo busca discutir como se dão as conexões entre cinema e religião a partir de uma perspectiva decolonial que enxerga as produções imagéticas não apenas como veículos descritores de realidades, mas como exercícios criativos de resistência política. Para isso, traremos contribuições sobre como o cinema foi capturado pela religião, ao passo que a mesma também é utilizada pela própria indústria cinematográfica. Nessa direção, apresentaremos as representações imagéticas que são vinculadas aos referenciais rígidos, monolíticos e engessados sobre a “verdadeira fé”, bem como as narrativas que escapam aos códigos hegemônicos e furam regimes de visibilidades, anunciando novas representações e novos olhares sobre o que é o religioso. 

Biografia do Autor

Luísa Chada Arraes, UFPE

Mestranda em Psicologia pela Universidade Federal de Pernambuco. 

Maria Eduarda Antonino Vieira

Doutoranda em Sociologia pela Universidade Federal de Pernambuco; mestra em Ciência Política (2018).

Downloads

Publicado

25-08-2021

Como Citar

ARRAES, L. C.; VIEIRA, M. E. A. Espetáculos da fé: manifestações religiosas no cinema e as políticas do olhar na contemporaneidade. Tempo da Ciência, [S. l.], v. 28, n. 55, p. 122–136, 2021. DOI: 10.48075/rtc.v28i55.28040. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/tempodaciencia/article/view/28040. Acesso em: 24 jan. 2022.