O MENINO QUE ESPIAVA PRA DENTRO: ESPIANDO O JOGO ENTRE O CLÁSSICO E O CONTEMPORÂNEO

Autores

  • Elesa Vanesa Kaiser da Silva

DOI:

https://doi.org/10.48075/rt.v11i21.11158

Palavras-chave:

Contos de fadas, Literatura Infantil contemporânea, intertextualidade

Resumo


O contato, desde cedo, com a Literatura Infantil permite à criança desfrutar de uma inesgotável fonte de conhecimento e magia, pois, através dos livros, ela passa a conhecer um universo que pode ser distante e ao mesmo tempo próximo de sua realidade. Tendo em vista que muitas obras contemporâneas dialogam com as clássicas, pretende-se, neste estudo, investigar como acontece a intertextualidade entre o conto contemporâneo: O menino que espiava pra dentro (2008) de Ana Maria Machado, com os contos A Bela Adormecida e Branca de Neve, dos Irmãos Grimm. Como suporte teórico foram consultadas obras de Machado (2002), Sant’Anna (1937), entre outros.  

Downloads

Publicado

12-12-2014

Como Citar

KAISER DA SILVA, E. V. O MENINO QUE ESPIAVA PRA DENTRO: ESPIANDO O JOGO ENTRE O CLÁSSICO E O CONTEMPORÂNEO. Trama, [S. l.], v. 11, n. 21, p. 65–74, 2014. DOI: 10.48075/rt.v11i21.11158. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/trama/article/view/11158. Acesso em: 27 nov. 2021.

Edição

Seção

ARTIGO