O INTELECTUAL NA PERSPECTIVA DA DIÁSPORA, HIBRIDISMO, MULTICULTURALISMO, EM “A GERAÇÃO DA UTOPIA”

Autores

  • Jian Marcel Zimmermann

DOI:

https://doi.org/10.48075/rt.v12i25.13737

Palavras-chave:

Literatura, Estudos Culturais, Literatura Angolana.

Resumo


Nosso estudo analisa o romance “A Geração da Utopia”, do escritor angolano Pepetela, o qual traça um panorama histórico/social/ficcional de Angola desde o período pré-independência até as primeiras décadas como país independente. Neste contexto, o termo “pós-colonial” assume ao mesmo tempo caráter histórico e estético, tendo em vista que, a partir dele, eclodem questões como a diáspora (em uma forma bastante particular), hibridismo cultural, multiculturalismo, etc. Neste sentido, balizada pelos estudos culturais, esta pesquisa verifica as nuances que tais elementos apresentam no romance e, de certa forma, na sociedade angolana.

Downloads

Publicado

17-05-2016

Como Citar

ZIMMERMANN, J. M. O INTELECTUAL NA PERSPECTIVA DA DIÁSPORA, HIBRIDISMO, MULTICULTURALISMO, EM “A GERAÇÃO DA UTOPIA”. Trama, [S. l.], v. 12, n. 25, p. 81–99, 2016. DOI: 10.48075/rt.v12i25.13737. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/trama/article/view/13737. Acesso em: 26 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos