O PERSONAGEM ZÉ CARIOCA E A AUTOCRÍTICA DE UM ESTEREÓTIPO NACIONAL

Autores

  • Kristian Sgorla

DOI:

https://doi.org/10.48075/rt.v12i25.13874

Palavras-chave:

Indústria Cultural, Histórias em Quadrinhos, Zé Carioca

Resumo


Este ensaio analisa o personagem Zé Carioca de Walt Disney, único protagonista brasileiro de Histórias em Quadrinhos criado por estrangeiros. Busca desconstruir a ideia de que o herói seria uma crítica americana aos brasileiros, por ser malandro e avesso ao trabalho. O estudo, realizado por meio de levantamento bibliográfico, resgata o histórico sociocultural que envolveu a criação do personagem e trata de sua formação e evolução gráfica e de caráter ao longo de quatro fases distintas. Assim é possível concluir que os responsáveis pela índole duvidosa de Zé Carioca não foram somente os americanos, mas também os desenhistas e roteiristas brasileiros.

Downloads

Publicado

17-05-2016

Como Citar

SGORLA, K. O PERSONAGEM ZÉ CARIOCA E A AUTOCRÍTICA DE UM ESTEREÓTIPO NACIONAL. Trama, [S. l.], v. 12, n. 25, p. 177–204, 2016. DOI: 10.48075/rt.v12i25.13874. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/trama/article/view/13874. Acesso em: 2 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos