TO WHOM DEATH TALKS? THE NARRATEE IN MARKUS ZUSAK’S THE BOOK THIEF.

Autores

  • Débora Almeida de Oliveira

DOI:

https://doi.org/10.48075/rt.v12i26.14250

Palavras-chave:

Narratology, Narratee, Narrator.

Resumo


O objetivo desse trabalho é analisar o papel do narratário na obra A Menina que Roubava Livros, de Markus Zusak. Utilizando os conceitos elaborados no campo da Narratologia, especialment nas vozes de Gerald Prince e Grzegorz Maziarczyk, esse trabalho demonstra a relevância do narratário enquanto este é constantemente evocado durante a história. Percebe-se que o discurso do narrador é totalmente baseado em sua conversação com o narratário e, através de tal diálogo; é possível inferir suas características e funções. Embora os estudos narratológicos normalmente foquem na figura do narrador, nota-se que a presença do narratário também permite uma melhor e mais aprofundada compreensão da obra literária. 

Downloads

Publicado

16-09-2016

Como Citar

OLIVEIRA, D. A. de. TO WHOM DEATH TALKS? THE NARRATEE IN MARKUS ZUSAK’S THE BOOK THIEF. Trama, [S. l.], v. 12, n. 26, p. 298–310, 2016. DOI: 10.48075/rt.v12i26.14250. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/trama/article/view/14250. Acesso em: 8 ago. 2022.

Edição

Seção

Temas Livre