NOTAS SOBRE UM FUTURO IMPROVÁVEL: LITERATURA E INFÂNCIA NO PÓS-GUERRA CIVIL ESPANHOLA

Autores

  • Rosane Cardoso

DOI:

https://doi.org/10.48075/rt.v12i26.14368

Palavras-chave:

Guerra Civil Espanhola, Infância, Memória.

Resumo


A Guerra Civil Espanhola (1936-1939) impactou de maneira ímpar a vida cultural, política e social da Espanha. Um dos fenômenos mais marcantes do período compreende a tragédia que se abateu sobre as crianças durante e após o conflito. Este artigo traça algumas reflexões sobre a obra de Ana María Matute (1925-2014) no que se refere à infância e à perspectiva de futuro na Espanha franquista. O objetivo do estudo é estabelecer um debate entre as memórias sobre o período: a oficial, balizada pelo governo Franco; a literária, apresentada pela autora; e a emblemática, que emerge da construção literária e que avança como reflexão atual sobre o conflito

Downloads

Publicado

16-09-2016

Como Citar

CARDOSO, R. NOTAS SOBRE UM FUTURO IMPROVÁVEL: LITERATURA E INFÂNCIA NO PÓS-GUERRA CIVIL ESPANHOLA. Trama, [S. l.], v. 12, n. 26, p. 230–253, 2016. DOI: 10.48075/rt.v12i26.14368. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/trama/article/view/14368. Acesso em: 8 ago. 2022.

Edição

Seção

Temas Livre