A HIERARQUIA DE VALORES E O ETHOS DE MADRE TERESA DE CALCUTÁ NO DISCURSO FÍLMICO

Autores

  • Maria Flávia Figueiredo
  • Farnei Santos

DOI:

https://doi.org/10.48075/rt.v12i26.14526

Palavras-chave:

Retórica. Ethos. Madre Teresa.

Resumo


À luz da teoria retórica, este trabalho busca investigar a constituição do ethos da protagonista do filme Madre Teresa, por meio da seleção de alguns trechos representativos. Esse drama expõe a trajetória missionária de Teresa de Calcutá em sua luta social pelos doentes, pobres e abandonados da Índia e de outros países. Observamos que a constituição ethica de Teresa de Calcutá se pauta nas três instâncias do ethos enumeradas por Aristóteles: a phronesis, a arete e a eunoia. Os resultados da análise evidenciaram que essas instâncias manifestaram-se na personagem por meio de um ethos de plausível (phronesis), de temerária (arete) e de solidária (eunoia). 

Downloads

Publicado

16-09-2016

Como Citar

FIGUEIREDO, M. F.; SANTOS, F. A HIERARQUIA DE VALORES E O ETHOS DE MADRE TERESA DE CALCUTÁ NO DISCURSO FÍLMICO. Trama, [S. l.], v. 12, n. 26, p. 50–77, 2016. DOI: 10.48075/rt.v12i26.14526. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/trama/article/view/14526. Acesso em: 8 ago. 2022.

Edição

Seção

Temas Livre