A VISÃO HISTÓRICA DE HERDER E O GÖTZ VON BERLICHINGEN DE GOETHE

Autores

  • Juliana Oliveira do COUTO Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

DOI:

https://doi.org/10.48075/rt.v14i31.17632

Palavras-chave:

Herder, História, Goethe, Götz von Berlichingen, Sturm und Drang.

Resumo


A literatura alemã de meados do século XVIII ainda buscava se afirmar como tal. Urgia, portanto, a formação de uma literatura nacional, genuína. A partir dos escritos teóricos do Aufklärer Lessing – calcados na defesa de uma forma literária mais livre, tendo Shakespeare por modelo supremo – altera-se este cenário. O escritor e crítico funda, involuntariamente, as bases teóricas que possibilitam o surgimento do revolucionário drama histórico goethiano Götz von Berlichingen, fruto do Sturm und Drang. Os postulados de Lessing abrem espaço ainda ao desenvolvimento da teoria histórica de Herder. Estas reviravoltas literárias culminaram, portanto, na convergência entre a História e a revolução da história da literatura alemã, ponto no qual Goethe e Herder se encontram. O presente trabalho propõe-se, destarte, a analisar esta convergência à luz das premissas do estilo de época Sturm und Drang.

Biografia do Autor

Juliana Oliveira do COUTO, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Juliana Oliveira do Couto. Mestre em Teoria da Literatura e Literatura Comparada pela UERJ, doutoranda em Teoria da Literatura e Literatura Comparada na UERJ. Bolsista CAPES. Orientadora: Profª Drª Magali dos Santos Moura. E-mail: juliana.ocouto@gmail.com

Downloads

Publicado

01-02-2018

Como Citar

COUTO, J. O. do. A VISÃO HISTÓRICA DE HERDER E O GÖTZ VON BERLICHINGEN DE GOETHE. Trama, [S. l.], v. 14, n. 31, p. 72–84, 2018. DOI: 10.48075/rt.v14i31.17632. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/trama/article/view/17632. Acesso em: 24 jan. 2022.

Edição

Seção

Estudos Culturais, Língua e Literatura Alemã