O SURDO COMO ABJETO: UMA ANÁLISE QUEER DAS RELAÇÕES BINÁRIAS OUVINTES/SURDOS.

Autores

  • Rodrigo Brito de ALMEIDA Universidade Federal da Paraíba - UFPB
  • Antonio Leonardo Figueiredo CALOU Universidade Federal da Paraíba - UFPB
  • Janaína Aguiar PEIXOTO Universidade Federal da Paraíba - UFPB

DOI:

https://doi.org/10.48075/rt.v14i32.18575

Palavras-chave:

Teoria Queer. Surdo/Ouvinte. Abjeção.

Resumo


A história dos/as surdos/as carrega um grande fardo de estigmas moldados em discursos que os/as inferiorizam, os/as tornando sujeitos periféricos, subalternos e abjetos na sociedade normativamente ouvinte. Tais discursos ultrapassam a história e se repetem incorporando nos sujeitos surdos, certa precariedade e inferioridade que engendram seus corpos. Brigando com esses discursos, este trabalho tem por objetivo mostrar como os sujeitos surdos são produzidos em detrimento de normalizações impostas de uma cultura ouvinte. Através das formulações críticas e estratégicas da teoria Queer - tendo em vista, ser esta uma teoria analítica das normalizações que moldam corpos e subjetividades estabelecendo relações de poder entre os seus interagentes – questionaremos as formas de normalizações micropolíticas que se impõem aos/as surdos/as pela cultura ouvinte. O intentio deste trabalho se resume a uma reflexão teórico-analítica que questiona a subalternidade e a abjeção dos sujeitos surdos em nossa cultura.

Biografia do Autor

Rodrigo Brito de ALMEIDA, Universidade Federal da Paraíba - UFPB

Graduado em Letras/Libras pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Pós-Graduando em Língua Portuguesa e Literatura pela Faculdade de Juazeiro do Norte (FJN). Tradutor/Intérprete/Professor da EEMTI Prefeito Raimundo Coelho Bezerra de Farias, Crato-CE. 


Antonio Leonardo Figueiredo CALOU, Universidade Federal da Paraíba - UFPB

Pós-graduando em Ciências das Religiões pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), sob a área de concentração em Ciências Sociais das Religiões, Educação e Saúde. Membro do Núcleo de Pesquisas Socioantropológicas da Religião e de Gênero (SOCIUS). Especialista em Educação, Pobreza e Desigualdade Social pela Universidade Federal do Ceará (UFC); Licenciado em Ciências Sociais pela Universidade Regional do Cariri (URCA); E Tecnólogo em Gestão de Recursos Humanos pela Universidade Anhanguera (UNIDERP).

Janaína Aguiar PEIXOTO, Universidade Federal da Paraíba - UFPB

Doutora em Letras, Mestre em Ciências das Religiões e Bacharel em Fonoaudiologia pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Professora do curso de graduação em Letras/Libras da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Downloads

Publicado

29-06-2018

Como Citar

DE ALMEIDA, R. B.; CALOU, A. L. F.; PEIXOTO, J. A. O SURDO COMO ABJETO: UMA ANÁLISE QUEER DAS RELAÇÕES BINÁRIAS OUVINTES/SURDOS. Trama, [S. l.], v. 14, n. 32, p. 94–109, 2018. DOI: 10.48075/rt.v14i32.18575. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/trama/article/view/18575. Acesso em: 11 ago. 2022.

Edição

Seção

Língua Brasileira de Sinais: descrição linguística, formação profissional e educação bilíngue