ATUAÇÃO DOCENTE: ENSINO DE LIBRAS NO ENSINO SUPERIOR

Autores

  • Daniele Siqueira VERAS Faculdade São Miguel e Faculdade de Olinda - FOCCA
  • Izabelly Correia dos Santos BRAYNER Universidade Católica de Pernambuco - UNICAP

DOI:

https://doi.org/10.48075/rt.v14i32.18604

Palavras-chave:

LIBRAS, EDUCAÇÃO SUPERIOR, DOCENTES

Resumo


Após a sanção do Decreto 5626/2005, a Libras ganhou o cenário nacional, tornando-se disciplina obrigatória para os cursos de formação de professores e optativa para os demais cursos. Portanto, a presente pesquisa versa investigar como se dá a atuação dos docentes de Libras no ensino superior. Trata-se de um estudo de caráter qualitativo, para atingir o objetivo proposto, foram selecionados cinco (5) professores de Libras que atuam no ensino superior. Os resultados obtidos apontam para a formação fragilizada dos docentes que atuam no ensino da Libras, carga horária insuficiente, resistência dos alunos no aprendizado de uma língua viso espacial e o desconhecimento da Libras por parte das IES. Esses dados fortalecem a necessidade de um diálogo por parte das IES, em uniformizar a carga horária e os conteúdos da disciplina e um investimento maior na Pós-Graduação.

Biografia do Autor

Daniele Siqueira VERAS, Faculdade São Miguel e Faculdade de Olinda - FOCCA

Licenciada em Letras com Habilitação em Libras - UFPB. Mestre em Saúde da Comunicação Humana - UFPE. Doutoranda em Psicologia Cognitiva - UFPE.

Izabelly Correia dos Santos BRAYNER, Universidade Católica de Pernambuco - UNICAP

Licenciada em Letras com Habilitação em Libras - UFPB. Mestre em Ciências da Linguagem - UNICAP. Doutoranda em Ciências da Linguagem - UNICAP.

Downloads

Publicado

29-06-2018

Como Citar

VERAS, D. S.; BRAYNER, I. C. dos S. ATUAÇÃO DOCENTE: ENSINO DE LIBRAS NO ENSINO SUPERIOR. Trama, [S. l.], v. 14, n. 32, p. 121–129, 2018. DOI: 10.48075/rt.v14i32.18604. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/trama/article/view/18604. Acesso em: 11 ago. 2022.

Edição

Seção

Língua Brasileira de Sinais: descrição linguística, formação profissional e educação bilíngue