UMA ANÁLISE COMPARADA DE FLANNERY O’CONNOR E LYA LUFT

Autores

  • Débora Ballielo BARCALA Unesp/Assis

DOI:

https://doi.org/10.48075/rt.v15i36.22350

Palavras-chave:

Personagem feminina, Flannery O’Connor, Lya Luft, Literatura Comparada, Grotesco feminino.

Resumo


O presente trabalho tem por objetivo apresentar uma análise comparada das personagens femininas Hulga/Joy do conto “Good Country People” (1955), de Flannery O’Connor, e Dolores/Dôda do romance O tigre na sombra (2012), de Lya Luft, em uma aproximação inédita. As semelhanças entre as personagens vão desde a deformidade física e a complicada relação mãe-filha, até a duplicidade de nomes e a percepção de si mesmas como seres ambivalentes. Apesar de viverem conflitos e experiências diferentes, ambas as personagens retratam experiências vividas por muitas mulheres em sociedades patriarcais. Assim, este artigo propõe uma leitura do conto de O’Connor e do romance de Luft como críticas aos papeis de gênero e à sociedade patriarcal construída por meio das imagens e personagens grotescas, bem como uma discussão sobre as possibilidades feministas nas obras das autoras.

REFERÊNCIAS:

BABINEC, Lisa. Cyclical Patterns of Domination and Manipulation in Flannery O’Connor’s Mother-Daughter Relationships. Flannery O’Connor Bulletin, v. 19, 1990, p. 9-29.

BAKHTIN, Mikhail. A cultura popular na Idade Média e no Renascimento: o contexto de François Rabelais. Trad. Yara Frateschi Vieira. 8ª ed. São Paulo: Hucitec, 2013.

CARUSO, Teresa (Org.). “On the subject of the feminist business”: re-reading Flannery O’Connor. New York: Peter Lang, 2004.

COSTA, Maria Osana de Medeiros. A mulher, o lúdico e o grotesco em Lya Luft. São Paulo: Annablume, 1996.

CRIPPA, Giulia. O grotesco como estratégia de afirmação da produção pictórica feminina. Estudos Feministas, Florianópolis, 11(1): 336, jan-jun/2003, pp. 113-135.

FEITOSA, André Pereira. Mulheres-monstro e espetáculos circenses: o grotesco nas narrativas de Angela Carter, Lya Luft e Susan Swan, (Tese de Doutorado) UFMG. Ano de obtenção: 2011.

GENTRY, Bruce. Flannery O’Connor’s religion of the grotesque. Jackson and London: University Press of Mississippi, 1986.

GILBERT, Sandra M.; GUBAR, Susan. The Madwoman in the Attic: The Woman Writer and the Nineteenth Century Literary Imagination. 2 ed. New Haven and London: Yela University Press, 2000.

HARVID, David. The saving rape: Flannery O'Connor and patriarchal religion. The Mississippi Quarterly. 47.1, Winter 1993, p. 15.

Disponível em: <http://www.missq.msstate.edu/>

Acesso em: 23 abr. 2015

KAISER, Gerhard R. Introdução à Literatura Comparada. Trad. Teresa Alegre. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1989.

LUFT, Lya. O tigre na sombra. Rio de Janeiro: Record, 2012.

MACHADO, Álvaro Manuel; PAGEAUX, Daniel-Henri. Da literatura comparada à teoria da literatura. Lisboa: 70, 1988.

O’CONNOR, Flannery. Collected Works. New York: The Library of America, 1988.

O’CONNOR, Flannery. Contos completos: Flannery O’Connor. Trad. Leonardo Fróes. São Paulo: Cosac Naify, 2008.

RUSSO, Mary. O grotesco feminino: risco, excesso e modernidade. Trad. Talita M. Rodrigues. Rio de Janeiro: Rocco, 2000.

XAVIER, Elódia. Narrativa de autoria feminina na literatura brasileira: as marcas da trajetória. Mulheres e Literatura, v. 3, 1999.

Disponível em: <http://www.letras.ufrj.br/litcult/revista_mulheres/volume3/31_ elodia.html>

Acesso em: 23 ago. 2004

WILSON, Natalie. Misfit Bodies and Errant Gender: The Corporeal Feminism of Flannery O’Connor. In: CARUSO, Teresa (Org.). “On the subject of the feminist business”: re-reading Flannery O’Connor. New York, NY: Peter Lang, 2004, p. 94-119.

YAEGER, Patricia. Dirt and Desire: Reconstructing Southern Women’s Writing, 1930-1990. Chicago: The University of Chicago Press, 2000.

ENVIADO EM 10-05-19 | ACEITO EM 28-07-19

Biografia do Autor

Débora Ballielo BARCALA, Unesp/Assis

Débora Barcala é doutoranda em Literatura e Vida Social pela Unesp, campus de Assis, sob orientação da doutora Cleide Antoria Rapucci. Sua pesquisa de doutorado é financiada pela Fapesp. Email: db.barcala@gmail.com.

Downloads

Publicado

11-10-2019

Como Citar

BARCALA, D. B. UMA ANÁLISE COMPARADA DE FLANNERY O’CONNOR E LYA LUFT. Trama, [S. l.], v. 15, n. 36, p. 122 132, 2019. DOI: 10.48075/rt.v15i36.22350. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/trama/article/view/22350. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Vozes femininas na contemporaneidade