AS VINHAS DA IRA, OU A LEITURA HISTÓRICA DA DECADÊNCIA DAS ANTIGAS CLASSES MÉDIAS POR JOHN STEINBECK

Autores

  • Lucas André Berno Kölln

DOI:

https://doi.org/10.48075/rt.v10i19.8482

Palavras-chave:

História, Literatura, John Steinbeck

Resumo


A produção literária de John Steinbeck (1902-1968) dos anos 30 estava visceralmente ligada a um longo processo histórico entre cujos desdobramentos encontra-se a Grande Depressão. Desse modo, suas obras literárias foram escritas sob a sombra desse profundo conjunto de transformações, as quais se estendiam para muito além da economia. Como um herdeiro das antigas classes médias rurais, Steinbeck nutriu-se a si próprio e a sua literatura com os valores e a experiência proporcionada pelo modo de vida cultivado por aquele grupo social desde o século XIX. Por meio desse conjunto de valores e referências morais e subjetivas, Steinbeck construiu uma leitura histórica que buscou interpretar, denunciar e retratar os problemas postos pela evolução histórica estadunidense, cujos desdobramentos eram, em grande medida, o gradativo aumento da hegemonia do capitalismo monopolista e suas ramificações por sobre os mais diversos rincões da vida social do país.

Downloads

Publicado

07-04-2014

Como Citar

KÖLLN, L. A. B. AS VINHAS DA IRA, OU A LEITURA HISTÓRICA DA DECADÊNCIA DAS ANTIGAS CLASSES MÉDIAS POR JOHN STEINBECK. Trama, [S. l.], v. 10, n. 19, p. 135–154, 2014. DOI: 10.48075/rt.v10i19.8482. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/trama/article/view/8482. Acesso em: 25 jun. 2022.

Edição

Seção

ARTIGO