POTENCIAL ALELOPÁTICO DO GIRASSOL (HELIANTHUS ANNUS) SOBRE O DESENVOLVIMENTO INICIAL DE PLANTAS DE CÁRTAMO (CARTHAMUS TINCTORIUS L.)

Paulo de Lima Bueno, Danilo Leite, Jonas Gralick, Cristiano Fernando Lewandoski, Rodrigo Techio Bressan, Lucas da Silveira, Reginaldo Ferreira Santos

Resumo

O cártamo (Carthamus tinctorius L.) é uma cultura oriunda do sudoeste asiático, com alto teor de óleo. Por ser uma cultura oleaginosa não convencional, poucos trabalhos estudos são encontrados na literatura nacional sobre o desempenho agronômico do cártamo.  A cultura possui características únicas tais como o alto teor de óleo no grão, adaptabilidade a regiões com baixo índice pluviométrico e excelente alternativa para sistemas de rotação de cultura. Essas características por si só credenciam este trabalho que tem por objetivo principal verificar o potencial do efeito alelopático de extrato do girassol (Helianthus annus) sobre o desenvolvimento inicial de plantas de cártamo. O experimento foi conduzindo no campus da Unioeste de Cascavel - PR. Foram utilizados 5 tratamentos (100%, 75%, 50%, 25% e 0% de extrato de girassol) com 4 repetições. Foram analisados altura da planta, comprimento de raízes, diâmetro do caule, massa de raiz, massa fresca,  massa seca de parte aérea e de raízes. A altura de planta e a massa freca das plantas de cártamo sofreram influencia do extrato de girassol. A maior altura de planta e massa fresca de cártamo foi encontrada para o tratamento com a aplicação de 75% de extrato de girassol, o que mostra influencia positiva desse extrato na germinação e crescimento inicial do cártamo. As demais variáveis fenométricas avaliadas no cártamo não foram influenciadas  pela aplicação do extrato de girassol.