ESTIMATIVA DA EVAPOTRANSPIRAÇÃO REAL DIÁRIA PARA O MUNICÍPIO DE SÃO GABRIEL DO OESTE-MS UTILIZANDO IMAGENS ORBITAIS

Carlos Eduardo Vizzotto Cattani, Bruno Bonemberger da Silva, Lucas Volochen Oldoni, Erivelto Mercante, João Francisco Gonçalves Antunes, Júlio César Dalla Mora Esquerdo

Resumo

Estimativas de evapotranspiração real são informações importantes, pois podem fornecer aporte aos gestores agrícolas no manejo de culturas e na previsão da produtividade. Este trabalho teve como objetivo estimar a evapotranspiração real diária (ETr) para o município de São Gabriel do Oeste, que é um grande produtor agrícola do estado de Mato Grosso do Sul. Foram utilizadas imagens do satélite Landsat-8, OLI/TIRS e o algoritmo SEBAL, alimentado com dados de estações meteorológicas. O algoritmo SEBAL calcula a ETr a partir do fluxo de calor latente (LE), o qual é estimado a partir do balanço de energia da superfície. Por meio deste algoritmo foram gerados os mapas dos parâmetros estatísticos, calculados para as diferentes classes de uso e cobertura da terra em São Gabriel do Oeste. As maiores médias de valores de ETr foram encontradas em áreas de vegetação nativa, seguidos de valores próximos para água e agricultura, enquanto que as menores médias de valores foram encontradas em áreas urbanas e solo exposto. A ETr teve comportamento semelhante ao encontrado para a LE. O algoritmo SEBAL utilizando dados de superfície e imagens do Landsat-8, OLI/TIRS, apresentou-se como uma ferramenta eficiente e de baixo custo para o monitoramento da ETr.

 

Texto completo:

PDF