PRODUTIVIDADE E DESENVOLVIMENTO DA CULTURA DA SOJA PELO USO DE REGULADOR VEGETAL

Jeferson Carlos Carvalho, Clair Aparecida Viecelli, Diones Kotta de Almeida

Resumo

Este trabalho teve como objetivo avaliar a produtividade e o desenvolvimento da cultura da soja (Glycine max L.) cultivar BMX Don Mario 5.8i RR (Apolo), através de aplicação de regulador de crescimento vegetal por via foliar. O produto é composto por três hormônios vegetais sendo Cinetina, Ácido Giberélico, Ácido4-Indol-3-Ilbutírico. Foi executada três aplicações, em pulverizações foliares, divididas em três estádio de desenvolvimento V5, R1 e R3. A semeadura foi realizada em condições de plantio direto, com o espaçamento de 0,45 cm e 15 plantas por metro, adubação total de 330 Kg ha-1 de NPK. O experimento foi realizado no município de Catanduvas-PR. O delineamento experimental foi em blocos casualizados com cinco tratamentos constituídos por cinco repetições. Foi avaliado o efeito do produto e o que ocorre na planta através de diferentes dosagens. As plantas foram submetidas aos tratamentos: T1 (Testemunha), T2 (0,25 L ha-1), T3 (0,5 L ha-1), T4 (0,75 L ha-1), T5 (1,0 L ha-1), foram avaliados: produtividade ha-1, altura da planta, número de vagens por planta, número de grãos por vagem e peso de 1000 grãos. Todos os dados obtidos foram submetidos a analise de variância e regressão linear. O uso de fitorregulador mostrou-se significativo para o aumento de parâmetros produtivos quando comparados a testemunha.

Texto completo:

PDF