Investimento na função desporto e lazer por níveis de índice de desenvolvimento humano

Edmilson Santos dos Santos, Edson Hirata

Resumo

O desenvolvimento humano pleno implica na melhoria constante do bem-estar da população. Dentre as ações que impactam nele estão as atividades esportivas e o lazer. Nesse sentido, o presente estudo teve os seguintes objetivos: (a) verificar se os investimentos acumulados a partir de 2002 impactaram na melhoria do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de 2010; (b) verificar se o IDH de 2010 fez melhorar os investimentos na Função Desporto e Lazer per capita em 2011/2012, quando comparado com o resultado de 2002. A análise das médias e medianas permitiu concluir que: os investimentos acumulados não ajudam a explicar a melhora do IDH de 2010; o aumento no investimento per capita em 2011/2012 na Função Desporto e Lazer não pode ser justificado pela melhoria do IDH apresentado pelos municípios do Piauí. Nesse sentido, o IDH não é uma variável capaz de explicar os investimentos realizados nas políticas públicas de esporte e de lazer.

 

ABSTRACT. Investment in the sport and leisure funtion by levels of the Human Development Index. A full human development implicates the constant improvement of population’s well-being. Among actions that affect this, are sports and leisure activities. In this manner, the present study established the following objectives: (a) verifying if cumulative investments since 2002 had an impact on the enhancing of Human Development Index (HDI) identified in the 2010 PNUD’s report; (b) verifying if the 2010 HDI has improved per capita investments in the Sport and Leisure Function (SLF) from 2011/2012, when compared to SLF from 2002. The analysis of averages and medians allowed us to conclude cumulative investments have not helped explaining the improvement in HDI from 2010; the raising in per capita investments in 2011/2012 in the SLF cannot be justified by the improvement presented by municipalities in Piauí regarding 2010 HDI. Thus, HDI is not a variable capable of explaining investments in public sports and leisure policies.


Palavras-chave

Políticas Públicas; Esporte; Financiamento.

Texto completo:

PDF

Referências

ALBUQUERQUE JUNIOR, J. A. A. O impacto das receitas no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) dos municípios do Estado do Ceará. 2004. 72f. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2004.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil (1988). Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 05 out. 1988. Disponível em: . Acesso em: 15 de janeiro de 2017.

CASTRO, S. B. E. Políticas públicas para o esporte e lazer e o ciclo orçamentário brasileiro (2004-2011): prioridades e distribuição de recursos durante os processos de elaboração e execução orçamentária. 2016. 383f. Tese (Doutorado em Educação Física) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2016.

COSTA, I. T.; CARDOSO, F. S. L.; GARGANTA, J. O. O Índice de Desenvolvimento Humano e a Data de Nascimento podem condicionar a ascensão de jogadores de Futebol ao alto nível de rendimento? Motriz, Rio Claro, v. 19, n. 1, p. 34-45, 2013.

NOVA, M. J. O impacto dos gastos públicos no Índice de Desenvolvimento Humano: o caso dos municípios do Ceará. 2006. 50f. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2006.

PELEGRINI, A.; SILVA, D. A. S.; da SILVA, A. S.; PETROSKI, E. L. Insatisfação corporal associada a indicadores antropométricos em adolescentes de uma cidade com índice de desenvolvimento humano médio a baixo. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Florianópolis, v. 33, n. 3, p. 687-98, 2011.

PETROSKI, E. L.; da SILVA, A. F.; RODRIGUES, A. B.; PELEGRINI, A. Aptidão física relacionada a saúde em adolescentes brasileiros residentes em áreas de médio/baixo índice de desenvolvimento humano. Revista de Salud Pública, v. 13, n. 2, p. 219-28, 2011.

PINHEIRO, D. S. Gasto social federal e melhoria da qualidade de vida no contexto do modelo orçamentário federal brasileiro. IPEA, Boletim Regional, Urbano e Ambiental, n. 5, p. 19-28, Jun. 2011. Disponível em: . Acessado em: 02 de março de 2017.

POKER JÚNIOR, J. H.; CROZATTI, J. Gastos públicos com saúde e qualidade de vida nos municípios brasileiros: influência na variação do IDH - expectativa de vida na última década. Cadernos de Finanças Públicas, Brasília, n. 13, p. 193-215, 2013. Disponível em: . Acessado em: 02 de março de 2017.

REZENDE, A. J.; SLOMSKI,V. CORRAR, L. J. A gestão pública municipal e a eficiência dos gastos públicos: uma investigação empírica entre as políticas públicas e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) dos municípios do estado de São Paulo. Revista Universo Contábil, Blumenau, v. 1, n. 1, p. 24-40, 2005.

WAISSMANN, W. Desigualdade social e atividade física. In: BAGRICHEVSKY, M.; PALMA, A.; ESTEVÃO, A. A saúde em debate na educação física. Blumenau: Edites, 2003. p. 53-78.

WALLACE, L. “People in Economics”. Finance & Development, Washington, v. 43, n. 3, p. 4-7, 2006.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Incluir comentário
';