IDENTIDADE GAÚCHA, JOGO DA TAVA E LAZER NO CTG SEIVA NATIVA

Rose Bergmann Goulart, Marco Paulo Stigger, Ileana Wenetz

Resumo


Nos dias de hoje a procura por práticas de lazer vem crescendo de forma acentuada, e observa-se que o lazer tem sido tema de diversos estudos na área da Educação Física. Neste artigo procuramos estabelecer relações entre identidade cultural e atividades de lazer para os integrantes do Centro Tradicionalista Seiva Nativa. Fazemos isso tentando compreender como eles vivenciam essa identidade, articulada aos significados que atribuem às atividades de lazer das quais participam nesse local. Esse grupo de pessoas costuma se reunir nos finais de semana para realizar atividades que estão diretamente ligadas à cultura tradicionalista rio-grandense. Para obter uma melhor compreensão das relações lá existentes, procuramos estabelecer um contato direto com o grupo estudado, optando assim pela etnografia como metodologia para a pesquisa. Partindo disso, se fez necessário discussões relevantes a cerca de lazer, cultura e identidade, para dessa forma fazer tais relações neste universo. Foi possível identificar que além de um importante local de lazer, o Seiva Nativa se caracteriza em um espaço onde seus integrantes podem vivenciar sua cultura, um local onde suas identidades e seus valores ganham destaque.

Palavras-chave


Lazer; Identidade Gaúcha; Jogo da Tava.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Incluir comentário ';



Direitos autorais



Caderno de Educação Física e Esporte

Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE)

Campus de Marechal Cândido Rondon

Rua Pernambuco, 1777 | Centro

Marechal Cândido Rondon | Paraná | 85960-000

F: (45) 3284 7855

E-mail: revista.cefe@unioeste.br

Facebook: https://www.facebook.com/RevistaCEFE/