DESAFIOS DO ESTADO CONTEMPORÂNEO DIANTE DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS

Felipe Onisto, Sandro Luiz Bazzanella

Resumo

O presente artigo apresenta de forma estruturante as possíveis intervenções do Estado contemporâneo, perante os desafios do desenvolvimento econômico dos municípios brasileiros, representado pela figura do gestor público. Suas discussões convergem nos exequíveis papéis dos gestores públicos orientados pelas políticas públicas. Seu objetivo é pontuar possíveis medidas que contribuam para promoção da qualidade de vida, mensuradas pelo Índice de Desenvolvimento Humano – IDH. O método utilizado na pesquisa é de caráter bibliográfico revisionista, amparado pela modalidade teórica. Desta forma, permite ampliar as discussões e generalizar os escritos elencados. A partir da pesquisa exploratória foi favorável o levantamento bibliográfico, necessário ao ensaio. A base de dados se estruturou em fontes primárias, em que a abordagem técnica empregada foi qualitativa, imperando assim o método dedutivo. Os resultados alcançados se desdobram em conceituar e analisar as propostas desenvolvimentistas, tendo como pano de fundo uma leitura que ressalta a primazia do Estado contemporâneo como agente fomentador da economia hodierna, levando em conta que o mercado e seu instrumento de autorregulação vem se mostrando ineficaz no que concerne a diminuição das desigualdades na distribuição de renda. Nesta visão, as funções das políticas públicas aquecem o debate defronte o papel do gestor público.

Palavras-chave

Estado Moderno. Qualidade de Vida. Desenvolvimento Econômico.

Texto completo:

PDF