UMA ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DOS HOSPITAIS SOBRE A ÉTICA MÉDICA EM RELAÇÃO AO CONTROLE DE CUSTOS.

Glauber de Castro Barbosa, Fabrício de Oliveira Barros

Resumo


Neste trabalho, por intermédio da pesquisa bibliográfica e de campo, objetiva-se demonstrar que o controle de custos em hospitais necessita considerar a ética médica, que prioriza a vida do paciente em detrimento a custos de tratamento. Neste diapasão, a partir das respostas de 7 diretores de Hospitais de Brasília, foi possível alcançar os resultados: acerca da importância do sistema de custos para o controle de custos, 57% dos entrevistados responderam ser extremamente importante; 29%, muito importante e 14%, indiferente. Sobre a relevância da ética médica no controle de custos, 86% responderam ser extremamente importante e 14%, muito importante. Todos os entrevistados foram unânimes: o controle de custos pode acarretar ao médico algum dilema ético.


Palavras-chave


Ética médica. Controle de custos. Custos hospitalares.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5935/rcsp.v9i17.4084

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais