UMA CONTRIBUIÇÃO AO ESTUDO DO FENÔMENO DA AMBIGUIDADE LEXICAL NA ATIVIDADE CONTÁBIL

Elias Garcia, Jorge Bidarra

Resumo

Os relatórios contábeis têm por objetivo informar aos seus usuários (gestores, investidores e órgãos fiscalizadores), como estão as finanças da empresa. Entretanto, muitas vezes o contador, por excesso de zelo, está tão preocupado em cumprir a legislação que não percebe que seus clientes não são tão experts nos assuntos contábeis e acaba por utilizar demasiadamente termos técnicos que não são de domínio comum, além de, muitas vezes, possuírem mais de um significado. Diante desse contexto, este artigo se propôs a discutir alguns aspectos da ambiguidade lexical em textos da área profissional da contabilidade, propondo assim uma discussão pouco usual no meio contábil e empresarial. Sem querer esgotar o assunto, buscamos analisar a palavra DESPESA constantemente encontrada nos relatórios contábeis e na legislação que regula a profissão contábil no que tange ao contexto da ambiguidade. O estudo foi desenvolvido sob a metodologia da pesquisa documental aliada a análise de conteúdo. Ao final, o que pretendemos é despertar para um aspecto pouco discutido e/ou pesquisado,  que é a qualidade da informação contábil e a dificuldade do entendimento dos relatórios oriundos da contabilidade.  

Palavras-chave

Ambiguidade. Informação. Contabilidade. Despesa. Evidenciação

Texto completo:

PDF