LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS (LIBRAS): QUINZE ANOS DA LEI 10.436/2002 E SEUS IMPACTOS NO MUNICÍPIO DE CHAPECÓ (SC)

Tania Mara Zancanaro PIECZKOWSKI

Resumo

Este artigo evidencia a relevância da LIBRAS na educação de estudantes surdos e a legislação que a reconhece no Brasil, em Santa Catarina e no município de Chapecó (SC), lócus da investigação. Participaram do estudo, caracterizado como pesquisa qualitativa, três Secretários Municipais de Educação. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas, que foram gravadas, transcritas e organizadas em agrupamentos temáticos. As materialidades empíricas foram examinadas por meio da análise do discurso, com referenciais foucaultianos. A análise de documentos relativos à educação de surdos no município contribuiu para a compreensão do tema estudado. O estudo aponta a importância da LIBRAS na aprendizagem e no desenvolvimento de pessoas surdas.

Palavras-chave

Língua de Sinais, LIBRAS, Estudantes surdos

Texto completo:

PDF