PRÁTICAS DE ESCRITA EM AULAS DE LÍNGUA PORTUGUESA NA VOZ DE ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL

Adriana FISCHER, Elizângela Aparecida Mattes da SILVA

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar, a partir de enunciados de alunos, situações de produção em práticas de escrita, de aulas de Língua Portuguesa (LP) do Ensino Fundamental de uma escola municipal do Alto Vale do Itajaí, SC. Os enunciados integram uma pesquisa de cunho qualitativo, sob a perspectiva dialógica da linguagem. Os dados advêm de entrevista coletiva semiestruturada realizada com alunos de um 6º e um 9º ano em 2014. Os resultados indicam que, para esses alunos, as produções de escrita são comumente respostas a uma prática social escolarizada. Por outro lado, tais propostas de escrita passam a ser mais significativas quando construídas em momentos de interação em sala de aula, ao se inserirem no cotidiano desses alunos e ao serem desenvolvidas para além de atividades com fins de atribuição de nota.

REFERÊNCIAS

ANTUNES, I. Aula de Português: encontro e interação. São Paulo: Parábola Editorial, 2003.

BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. 4. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

BAKHTIN, M. Problemas da Poética de Dostoiévski. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1997.

BAKHTIN, M.; VOLOCHINOV, V. N. Marxismo e filosofia da linguagem. 11. ed. São Paulo: Hucitec, 2004. 

BOGDAN, R.; BIKLEN, S. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Portugal: Porto, 1994.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental: Língua Portuguesa. Brasília: MEC/SEF, 1998.

BUNZEN, C. Da era da composição à era dos gêneros: o ensino de produção de texto no ensino médio. In: BUNZEN, C.; MENDONÇA, M. (Orgs.). Português no ensino médio e formação do professor. São Paulo: Parábola Editorial, 2006. p. 139-161

AUTOR 1; A., xxxxx Rev. Bakhtiniana, 2013.

GERALDI, J. W. Portos de passagem. 4. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1991.

GERALDI, J. W. O texto na sala de aula. 3. ed. São Paulo: Ática, 2001.

KLEIMAN, B. A. Letramentos e suas implicações para o professor de língua materna. Revista Siano. Santa Cruz do Sul. v. 32, n. 53, p. 1-25, dez. 2007. 

KRAMER, S. Entrevistas coletivas: uma alternativa para lidar com diversidade, hierarquia e poder na pesquisa em ciências humanas. In: FREITAS, M. T; SOUZA, S. J.; KRAMER, S. Ciências humanas e pesquisa. Porto Alegre: Artmed, 2007. p.57-71.

PRETI D. (org) O discurso oral culto 2.ed. São Paulo: Humanitas Publicações – FFLCH USP, 1999 – (Projetos Paralelos. v.2)

Recebido em 21-12-2017 e aceito em 06-08-2018.


Palavras-chave

Língua portuguesa, práticas de escrita, situação de produção, ensino fundamental.

Texto completo:

PDF