O silêncio como manifesto de expressão na literatura paraguaia de Renée Ferrer

Ana Maria Klock

Resumo


Este trabalho se debruça, à luz dos estudos pós-coloniais e da crítica feminista, sobre as personagens silenciadas do romance híbrido de história e ficção, Vagos Sin Tierra (2007), da escritora paraguaia Renée Ferrer, sob o intuito de abordar um aspecto na obra em questão: a dupla violência sofrida pela mulher gerada tanto pelo patriarcalismo, enquanto sistema sociopolítico, quanto pelos efeitos da colonização. Com pano de fundo no contexto dos conflitos campesinos no Paraguai do século XIX, a narrativa estabelece um diálogo tanto com o passado quanto com o presente ao tratar de dois temas pertinentes ao universo latino-americano, um relacionado ao conflito da terra e outro à condição da mulher inserida nesse universo, problemáticas que ainda são evocadas no presente pela força da sua representação. Desse modo, objetiva-se analisar a obra da escritora tendo em conta o passado colonial do Paraguai e o espaço ocupado pela mulher neste contexto, resgatada no tempo presente pela literatura que indaga e ressignifica a sua condição e o seu papel na história.


Palavras-chave


Literatura paraguaia; autoria feminina; resistência.

Texto completo:

PDF

Referências


BARCO, J. V. P. Literatura y sociedad. La narrativa paraguaya actual (1980-1995). 2001, 1781 f. Tesis (Doctorado en Letras). Facultad de Filología, Universidad Nacional de Educación a Distancia, Madrid. Disponível em: . Acesso em: 02 maio. 2016.

BEAUVOIR, S. de. O segundo sexo. A experiência vivida. 2. ed. Trad. Sérgio Milliet. São Paulo: Difusão Europeia do Livro, 1967.

BONNICI, T. O pós-colonialismo e a literatura: estratégias de leitura. Maringá: EDUEM, 2000.

BONNICI, T. Resistência e intervenção nas literaturas pós-coloniais. Maringá: EDUEM, 2009a.

BONNICI, T. Teoria e Crítica Pós-Colonialista. In: BONNICI, T.; ZOLIN, L. O. (Orgs.) Teoria Literária: abordagens históricas e tendências contemporâneas. Maringá: EDUEM, 2009b.

FERNANDES, C. Vagos sin tierra de Renée Ferrer o la conquista de un nuevo territorio literario. Caravelle, Toulouse, n. 79, p. 147-164, 2002.

FERRER, R. Vagos sin tierra. 2. ed. Asunción: Servilibro, 2007.

IRWIN, A. L. Renée Ferrer. In: ANDRE, M. C.; BUENO, E. P. Latin American Women Writers: an Encyclopedia. New York: Routledge, 2008.

LANGA PIZARRO, M. Historia e intrahistoria colonial en la narrativa paraguaya de los albores del siglo XXI. Revista América sin nombre. Boletín de la Unidad de Investigación de la Universidad de Alicante: Recuperaciones del mundo precolombino y colonial en el siglo XX hispanoamericano. Alicante, n. 5-6, p. 115-122, dec., 2004.

MENDÉZ-FAITH, T. Paraguay: novela y exilio. Asunción: Intercontinental, 2009.

SAID, Edward. Cultura e imperialismo. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.




Direitos autorais 2016 Autores mantêm os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob CC-BY-NC-SA 4.0 que permite o compartilhamento do trabalho com indicação da autoria e publicação inicial nesta revista

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.