A máscara do morcego: Batman à luz da teoria dos arquétipos

Dalmo Radimack da Silva, Daniela Heitzmann Amaral Valentim de Sousa

Resumo

As narrativas heroicas sempre se fizeram presentes ao longo da história da humanidade. A partir do século XX, as Histórias em Quadrinhos se tornaram suporte para sua manutenção e com o sucesso que as suas adaptações alcançaram no cinema se abriu um espaço de ampliação do alcance deste tipo de narrativa.  Este artigo versa sobre este fenômeno tendo como narrativa referencial a constituição do mito do Batman tendo como referência a teoria junguiana dos arquétipos. O objetivo deste trabalho reside na análise de como o mito do Homem Morcego representa de acordo com a teoria adotada um arquétipo coerente com a condição humana contemporânea. Apresentando-se como uma análise bibliográfica a partir de BOECHAT (2008),  JUNG (2002), NAGY (2017), tendo como resultado a identificação do Batman como um arquétipo junguiano passível de dialogar com a condição existencial de enfrentamento dos medos interiores, alcance da posse de si e resiliência.

Palavras-chave

Arquétipo; Batman; Herói.

Texto completo:

PDF

Referências

AUGRAS, M. Alteridade e dominação no Brasil. Rio de Janeiro: NAU, 2010

BOECHAT, Walter. A Mitopoese da psique: mito e individuação. Petrópolis: Vozes, 2008

CAMPBELL, Joseph. O herói de mil faces. Tradução de Adail Ubirajara Sobral. São Paulo: Pensamento/Cultrix, 2007

CHEVALIER, J.; GEERBRANT, A. Dicionário dos Símbolos. Rio de Janeiro: José Olímpio, 2002

FONOFF, Fernanda Mara Colucci & COLUCCI. Regina de Batista. Os heróis, as princesas e o imaginário infantil. (2008). Disponível em http://pepsic.bvsalud.org/pdf/jp/v41n75/v41n75a20.pdf visitado em 1 de maio de 2019

FREUD, Sigmund. O mal-estar na Civilização e outros textos. São Paulo: Companhia das Letras, 2010

GABILLIET, Jean-Paul. Batman na luta contra o crime. In: História Viva: Grandes Temas nº 52. Editora Duetto, 2014

JACOBI, Jolande, Complexo, arquétipo e símbolo na psicologia de C.G. Jung Petrópolis: Vozes, 2016

JUNG, Carl Gustav. Os arquétipos e o inconsciente coletivo. Petrópolis, RJ : Vozes, 2002

JUNG, Carl Gustav. A Natureza da Psique. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008

JUNG, Carl Gustav. Aíon: Estudo sobre o simbolismo de Si. Petrópolis, RJ: Vozes, 2015

JUNG, Carl Gustav. A prática da Psicoterapia. Petrópolis: Vozes, 2011

MARTIN, K., O livro dos símbolos: Reflexões sobre imagens Arquetípicas. Koln: Taschen, 2012

NAGY, Gregory O Herói Épico. Coimbra: Universidade de Coimbra, 2017

PIERI, P. F. Dicionário Junguiano. São Paulo: Paulus, 2002.