Presentificar Joaquim: do mito histórico à poesia do mito

Ana Maria de Barros, Ana Maria Martins Vasconcelos, Acir Dias da Silva

Resumo

A possibilidade criada por diferentes obras de Arte e suas linguagens personifica os dramas de seus protagonistas, por vezes, da humanidade e podem conduzir reflexões sobre a nossa condição na atualidade. Desta forma, este trabalho objetiva analisar na pintura Resposta de Joaquim José da Silva Xavier (Tiradentes) ao Desembargador Rocha, no ato da comutação de pena aos seus companheiros, depois da missa, de Leopoldino de Faria, na poesia de Cecília Meireles Romanceiro da Inconfidência (1953), no filme Tiradentes, de Marcelo Gomes (2017), a figura de Joaquim. Para tal, a pintura, o poema e o cinema foram formas de linguagens apropriadas e de corporificação de um passado/presente. As contribuições filosóficas são do pensador judeu-alemão Walter Benjamin (1892-1940). A proposta de trabalho se justifica por possibilitar nas várias manifestações artísticas trazer a imagem da história, salvando-as no presente, criando uma construção em que a memória, a história, o conhecimento são processuais e mutáveis. Assim, ao salvar a história é possível compreender o que essas obras apresentam sem cristalizar as verdades sobre o Mito Tiradentes, apontando vestígios para outras interpretações, construindo um passado fora de uma linha do tempo cronológico.

Palavras-chave

Alegoria; Artes; Benjamin; Mito.

Texto completo:

PDF

Referências

ALVES, Lourdes Kaminski. Do texto à tela: implicações narrativas. Revista de Literatura, História e Memória, Cascavel, v. 6, n. 7, p. 255-263, 2010. Disponível em: e-revista.unioeste.br/index.php/rlhm/article/download/4483/3417. Acesso em: 27 maio 2019.

AMBROZIO, Leonilda. Romanceiro hispânico medieval & Romancero general de la guerra española: a permanência de um gênero. Letras, Curitiba, v. 32, p. 29-38, 1983. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/letras/article/view/19330. Acesso: 8 jun. 2019.

ANDERSON, Perry. Considerações sobre o marxismo ocidental. Tradução Carlos Cruz. Porto: Afrontamento, 1976.

ASSOUN, Paul-Laurent. A Escola de Frankfurt. Tradução Helena Cardoso. São Paulo: Ática, 1991.

BRAICK, Patrícia Ramos. Estudar história: das origens do homem à era digital. 2. ed. São Paulo: Moderna, 2015.

CARVALHO, José Murilo de. A formação das almas: o imaginário da República no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 2017.

CUNHA JR. Arte e cultura Metrópolis: entrevista com Marcelo Gomes. Cultura, 9 maio 2017. Disponível em: https://tvcultura.com.br/videos/60856_metropolis-entrevista-com-marcelo-gomes.html. Acesso em: 30 maio 2019.

ANOS da Inconfidência Mineira: Caminhos e descaminhos. Jornal Tribuna Livre, 9 maio 2019. Disponível em: https://www.jornaltribunalivre.com.br/noticia/?ouropreto/09/05/2019/230-anos-da-inconfidencia-mineira-caminhos-e-descaminhos&id=218. Acesso em: 8 jun. 2019.

FREITAS, Jorge. Anotações sobre a teoria da alegoria barroca de Walter Benjamin. Em Tese, Belo Horizonte, v. 20, n. 2, p. 230-240, 2014. Disponível em: http://www.periodicos.letras.ufmg.br/index.php/emtese/article/view/6078/6020. Acesso em: 3 jun. 2019.

GIANNETTI, Ricardo. Resposta de Tiradentes de Leopoldino de Faria: notas biográficas de um quadro. In: COLÓQUIO DO COMITÊ BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA ARTE: ARTE EM AÇÃO, 36., 2016. Anais... Campinas: Unicamp, 2016. p. 383-393. Disponível em: http://www.cbha.art.br/coloquios/2016/anais/2016_anais_cbha.pdf. Acesso em: 7 jun. 2019.

SILVA, João Paulo. Quadro da CMOP que retrata a sentença de Tiradentes integra exposição do Museu da Inconfidência. Jornal VozAtiva, 28 maio 2019. Disponível em: https://jornalvozativa.com/cultura/quadro-da-cmop-que-retrata-sentenca-de-tiradentes-integra-exposicao-do-museu-da-inconfidencia/. Acesso em: 30 maio 2019.

SILVA, Paulo Henrique. Filme sobre Tiradentes, rodado em Diamantina com atores do Galpão, concorre ao Urso de Ouro. Hoje em Dia, 16 jan. 2017. Disponível em: https://www.hojeemdia.com.br/almanaque/filme-sobre-tiradentes-rodado-em-diamantina-com-atores-do-galp%C3%A3o-concorre-ao-urso-de-ouro-1.439793

TURCHI, Maria Zaira. Romanceiro da Inconfidência: o diálogo poético dos tempos. Signótica, Goiânia, v. 11, n. 1, p. 137-161, 1999. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/sig/article/view/7268/5152. Acesso em: 7 jun. 2019.