O GÊNERO DISCURSIVO CAUSO: REFLEXÕES SOBRE SUA CARACTERIZAÇÃO A PARTIR DA TEORIA BAKHTINIANA

Sueli Gedoz, Terezinha da Conceição Costa-Hübes

Resumo


RESUMO: Objetivamos, com este trabalho, apresentar algumas reflexões sobre a caracterização do gênero discursivo causo, tendo em vista a teoria apresentada por Bakhtin (2004). Subsidiam o trabalho além dos estudos desenvolvidos por Bakhtin (2000, 2004), também as obras de Dolz e Schneuwly (2004), Marcuschi (2005, 2008), Bronckart (2003), Bazerman (2006), entre outros. Partimos da perspectiva de que os gêneros discursivos são instrumentos mediados por ações socialmente elaboradas por sujeitos ativos e participantes do mundo da interação social.  Sob a perspectiva de Bakhtin (2004), todas as formas orais e escritas, usadas mo cotidiano, são gêneros discursivos e, por isso, repletos de significação quanto ao conteúdo temático, ao estilo e à construção composicional. Considerando esses três aspectos, desenvolvemos este estudo procurando avaliar as características no gênero discursivo causo de acordo com a orientação do método sociológico para o estudo da língua proposto por Bakhtin (2004). Para isso, analisamos o causo “A rede”, de João Simões Lopes Neto, retirado de um livro didático das séries finais do Ensino Fundamental.

Texto Completo: PDF

Revista Travessias


e-ISSN 1982-5935

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná 
Campus de Cascavel
Programa de Pós-Graduação em Letras 

Rua Universitária, 2069 - Jardim Universitário
Cascavel – Paraná - CEP: 85819-110
| revistatravessias@gmail.com |

Sobre o Projeto SABER | Unioeste | IBICT