CARACTERIZAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA E ENERGÉTICA DE RESÍDUOS LIGNOCELULÓSICOS DE SECADORES DE GRÃOS

Autores

  • Gabriela Bonassa
  • Renata Filadelfo de Oliveira
  • Lara Talita Schneider
  • Elisandro Pires Frigo
  • Adriana Ferla de Oliveira

DOI:

https://doi.org/10.48075/actaiguaz.v5i5.15972

Resumo


A insegurança com relação às atuais fontes energéticas tem estimulado a busca por novas fontes de energia em todo o mundo. Neste cenário, a geração de energia através do aproveitamento de resíduos lignocelulósicos tem ganhado destaque em diversos países, devido principalmente a grande quantidade destes produzidos em atividades do setor agroindustrial. No entanto, para um melhor proveito deste material, é necessário o estudo das suas propriedades energéticas. Entre tais opções, a biomassa se destaca como uma alternativa promissora para a produção de energia. Neste contexto, o objetivo do presente trabalho foi à caracterização físico-química e energética de resíduos advindos de secadores de grãos, mais especificamente das culturas de soja e milho. Por meio da análise química imediata determinou-se teor de umidade, teor de voláteis, teor de cinzas e teor de carbono fixo do material coletado, e também o poder calorífico dos resíduos de soja. Ambas as amostras obtiveram dados compatíveis com a literatura, demonstrando o potencial dos resíduos para geração de energia.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

BONASSA, G.; FILADELFO DE OLIVEIRA, R.; TALITA SCHNEIDER, L.; PIRES FRIGO, E.; FERLA DE OLIVEIRA, A. CARACTERIZAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA E ENERGÉTICA DE RESÍDUOS LIGNOCELULÓSICOS DE SECADORES DE GRÃOS. Acta Iguazu, [S. l.], v. 5, n. 5, p. 80–91, 2000. DOI: 10.48075/actaiguaz.v5i5.15972. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/actaiguazu/article/view/15972. Acesso em: 8 ago. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS CIENTÍFICOS