PRODUTIVIDADE DO FEIJOEIRO EM SUCESSÃO A ADUBOS VERDES EM SEMEADURA DIRETA EM SOLO DE CERRADO

Autores

  • Rafael de Lima Souza
  • Michele da Silva Gomes
  • Lucas Batista da Paz
  • Daniel Passareli Rocha
  • Rogério Ferreira da Silva

DOI:

https://doi.org/10.48075/actaiguaz.v5i4.16262

Resumo


O feijoeiro-comum (Phaseolus vulgaris L.) é a espécie leguminosa mais plantada do gênero Phaseolus e atualmente destaca-se a necessidade do desenvolvimento de tecnologias de baixo custo capazes de melhorar os níveis de produtividade, assim, a utilização de espécies de adubos verdes é uma alternativa para suprir o problema. Nesta perspectiva o trabalho teve como objetivo avaliar o desempenho e produtividade do feijoeiro em sucessão a adubos verdes nos sistemas de plantio direto e convencional do solo. O trabalho foi realizado na área experimental da Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul, Glória de Dourados, num delineamento de blocos ao acaso, com quatro repetições. Os tratamentos avaliados foram: feijão-de-porco, crotalária juncea, mucuna-preta, guandu-anão e milheto, além de uma área com preparo convencional do solo. Os componentes de produção do feijoeiro são influenciados pelas espécies utilizadas de adubação verde. A maior produtividade do feijoeiro ocorreu na sucessão da cultura de crotalária juncea em relação à mucuna-preta. O sistema de plantio direto apresentou resultados promissores em relação ao sistema convencional, evidenciando sua eficiência no aumento da produtividade das culturas sucessoras e a importância da adoção de sistemas de produção sustentáveis. 

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

DE LIMA SOUZA, R.; DA SILVA GOMES, M.; BATISTA DA PAZ, L.; PASSARELI ROCHA, D.; FERREIRA DA SILVA, R. PRODUTIVIDADE DO FEIJOEIRO EM SUCESSÃO A ADUBOS VERDES EM SEMEADURA DIRETA EM SOLO DE CERRADO. Acta Iguazu, [S. l.], v. 5, n. 4, p. 111–123, 2000. DOI: 10.48075/actaiguaz.v5i4.16262. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/actaiguazu/article/view/16262. Acesso em: 18 ago. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS CIENTÍFICOS