IRRIGAÇÃO E ADUBAÇÃO NITROGENADA: REVISÃO SISTEMÁTICA

Autores

  • Natasha Barchinski Galant Lenz
  • Maikon Lucian Lenz
  • Renathielly Fernanda da Silva
  • Reginaldo Ferreira Santos

DOI:

https://doi.org/10.48075/actaiguaz.v5i5.16366

Resumo


Com intuito de suprir a demanda hídrica sazonal de determinados cultivares propagados em regiões onde as condições climáticas não são favoráveis utiliza-se a irrigação. Além de água, as plantas carecem de provisão de nitrogênio, elemento abundante na atmosfera e escasso na crosta terrestre. Seu requerimento depende do potencial de mineralização de nitrogênio do solo, da cultura de cobertura antecedente, necessidade de nitrogênio pela cultura, da recuperação de nitrogênio disponível em diferentes fontes e histórico de cultivos da área desejada. Contudo essas circunstancias nem sempre são propícias, então é necessário abrir mão de intervenções. Mediante revisão bibliográfica, observa-se que a irrigação e a adubação nitrogenada mostram resultados satisfatórios, em especial quando a composição do solo é analisada previamente. 

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

BARCHINSKI GALANT LENZ, N.; LUCIAN LENZ, M.; FERNANDA DA SILVA, R.; FERREIRA SANTOS, R. IRRIGAÇÃO E ADUBAÇÃO NITROGENADA: REVISÃO SISTEMÁTICA. Acta Iguazu, [S. l.], v. 5, n. 5, p. 273–280, 2000. DOI: 10.48075/actaiguaz.v5i5.16366. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/actaiguazu/article/view/16366. Acesso em: 8 ago. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS CIENTÍFICOS