Efeito do extrato aquoso da cana-de-açúcar em genótipos de cártamo

Autores

  • Giordani Battisti
  • Edward Seabra Júnior
  • Daniel Marcos Dal Pozzo
  • Reginaldo Ferreira Santos

DOI:

https://doi.org/10.48075/actaiguaz.v6i5.18493

Resumo


A cultura do cártamo vem ganhando destaque no cenário nacional devido as características marcantes do óleo presente nos grãos. Dessa forma esse composto é muito indicado tanto para a produção de biodiesel quanto para alimentação humana. O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito da dose do extrato aquoso de folhas de cana-de-açúcar sobre a germinação de quatro variedades de cártamo (IAPAR, 4409, 2103 e 2232). O experimento foi conduzido em casa de vegetação implantado em bandejas e teve duração de 30 dias. As avaliações realizadas foram porcentagem de germinação, índice de velocidade de emergência, comprimento de caule, comprimento de raiz, diâmetro de caule, área foliar, massa fresca e massa seca. Devido a qualidade das sementes as cultivares 4409, 2103 e 2232 não germinaram. Os resultados mostraram que a cultivar IAPAR sofreu efeito do extrato tendo redução no índice de velocidade de emergência, massa seca e área foliar.

Downloads

Publicado

15-12-2017

Como Citar

BATTISTI, G.; SEABRA JÚNIOR, E.; DAL POZZO, D. M.; FERREIRA SANTOS, R. Efeito do extrato aquoso da cana-de-açúcar em genótipos de cártamo. Acta Iguazu, [S. l.], v. 6, n. 5, p. 181–187, 2017. DOI: 10.48075/actaiguaz.v6i5.18493. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/actaiguazu/article/view/18493. Acesso em: 7 ago. 2022.